País

Lidl doa 130 mil máscaras às Misericórdias Portuguesas para apoio a lares e UCCI

(c) LIDL
Partilhe esta notícia!

De modo a apoiar uma das franjas da sociedade mais fragilizadas pela Covid-19, o Lidl doou 130 mil máscaras cirúrgicas à União das Misericórdias Portuguesas (UMP), que serão utilizadas para a proteção dos utentes e profissionais das Estruturas Residenciais para Pessoas Idosas (ERPI) e das Unidades de Cuidados Continuados Integrados (UCCI) das Misericórdias Portuguesas, de norte a sul do país.

Tendo como objetivo suprimir as necessidades muito prementes de equipamentos para a prestação de cuidados a estes utentes, as máscaras vão garantir a segurança de todos, enfrentando os desafios decorrentes da pandemia.

A doação de máscaras à União das Misericórdias (UMP) complementa a contribuição do Lidl no apoio aos idosos através da 2ª edição do Mais Ajuda, o Programa de inovação social que junta o Lidl e as rádios Renascença, RFM e Mega Hits, em parceria com a Beta-i, para promover o envelhecimento digno e feliz, e que desafia IPSSs e Startups a desenvolverem projetos inovadores com impacto social, capazes de encontrar novas respostas para problemas sociais. Nesta edição, com a ajuda de todos os portugueses que no Natal escolheram comprar artigos Deluxe, uma marca exclusiva do Lidl, o Mais Ajuda tem 333 mil euros para apoiar o envelhecimento digno e feliz em Portugal. Saiba mais em www.maisajuda.pt.

Para Vanessa Romeu, Diretora de Comunicação Corporativa do Lidl Portugal, “ajudar a comunidade – e especialmente esta faixa muito fragilizada da população, que bastante tem sofrido com a atual pandemia – é algo que temos procurado fazer de diversas formas: esta doação é mais uma etapa que se insere num âmbito maior, o qual endereçamos igualmente pela via na inovação social – com o projeto Mais Ajuda – buscando novas soluções para problemas existentes, que contribuam para em envelhecimento digno e feliz dos nossos idosos.”

Para Humberto Carneiro, responsável da UMP pela coordenação de equipamentos de proteção individual (EPI), “todas as ajudas são bem-vindas para continuar a trabalhar com a máxima segurança e com esta doação será possível reforçar, junto de utentes e profissionais, as medidas de proteção contra a Covid-19”.

Comentários

topo