País

SEF ‘caça’ documentos de identificação e aperta controlo na fronteira em Valença

(c) LUSA
Partilhe esta notícia!

O SEF cumpriu, nas últimas 24 horas, nove medidas cautelares em cinco dos 18 pontos de passagem autorizados (PPA), no âmbito do controlo de cidadãos nas fronteiras terrestres entre Portugal e Espanha, indicou hoje aquele serviço de segurança. Em comunicado, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) refere que no PPA de Quintanilha foram executados um mandado de captura e detenção e uma medida cautelar para apreensão de documento de identificação.

No ponto de passagem autorizado de Vila Verde da Raia foram detetados dois cidadãos, um português e outro espanhol, com medidas cautelares para a apreensão de documentos de identificação, assim como em Valença, onde foi apreendido um outro documento de identificação.

O SEF adianta que no PPA de Vilar Formoso foram registadas três medidas cautelares, duas com pedido de paradeiro e uma terceira com indicação de vigilância discreta e de controlo específico.

Aquele serviço de serviço refere ainda que no PPA de Vila Verde de Ficalho foi registada uma medida cautelar referente a pessoa procurada no âmbito de processo judicial O SEF explica que os inspetores estão a utilizar o SEF Mobile, um sistema móvel de controlo de fronteira que tem permitido aceder rápida e eficaz às medidas cautelares ativas.

Segundo este serviço de segurança, este sistema possibilita a realização de consultas a diferentes bases de dados e, no contexto da atual situação pandémica, permite um eficiente controlo documental sem que os Inspetores tenham de manusear o documento de identificação.

As fronteiras com Espanha estão fechadas desde 31 de janeiro devido à pandemia de covid-19, sendo apenas permitida a circulação entre os dois países, nos 18 pontos de passagem autorizados, ao transporte internacional de mercadorias, trabalhadores transfronteiriços e de caráter sazonal devidamente documentados, e veículos de emergência e socorro e serviço de urgência.

O controlo das fronteiras com Espanha vai continuar, pelo menos, até 16 de março.

Com Agência LUSA

Comentários

topo