Braga

GNR de Braga paga renda mensal de 12.750 euros à diocese por quartel provisório

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

Segundo avança o Jornal de Noticias (JN), o comando distrital da Guarda Nacional Republicana (GNR) de Braga, que paga rendas mensais de 12 750 euros à diocese de Braga há uma década, para estar instalado no Seminário Menor e em contentores, está agora a financiar, também, os custos de novos vestiários destinados aos guardas. A situação está a causar indignação, uma vez que, além de ansiarem por um novo quartel, “está a ser gasto dinheiro em instalações que não são da GNR”, critica o coordenador da Região Norte da Associação de Profissionais da Guarda (APG), Paulo Pinto.

Em declarações citadas pela mesma fonte o coordenador da Região Norte da Associação de Profissionais da Guarda (APG) refere “Entendo que o comandante queira dar melhores condições ao pessoal, mas continuamos a tratar a doença com genéricos. As obras não resolvem o problema dos contentores. Estão a empurrar o problema”, lamenta o dirigente associativo, exigindo que o Ministério da Administração Interna (MAI), o Comando-Geral da GNR e a Câmara de Braga “encontrem uma solução definitiva, que passará sempre pela construção de um edifício de raiz”.

Comentários

topo