Barcelos

Barcelos. IPCA passa a integrar o único laboratório de Inteligência Artificial do país

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

O 2Ai – Laboratório de Inteligência Artificial Aplicada do Instituto Politécnico e do Ave (IPCA) passou a integrar o Laboratório Associado Nacional de Sistemas Inteligentes (LASI), única unidade de referência do país no domínio da investigação em Inteligência Artificial.
Reconhecido pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), o LASI reúne 13 unidades de Investigação & Desenvolvimento (I&D) de sete universidades e politécnicos, envolvendo mais de 500 investigadores doutorados.
Criado em 2018 e com atividade efetiva desde 2020, o 2Ai está sediado no Campus do IPCA, em Barcelos, e tem em curso, ou já concluiu neste curto espaço de tempo, mais de uma dezena de projetos de investigação nas áreas dos Sistemas Inteligentes, Colaboração Inteligência Artificial-Homem e Robótica.
Estes projetos têm como objetivo geral a sua aplicação nos domínios da Saúde, Indústria ou do Ambiente e Segurança.
João Vilaça, diretor do 2Ai, explica que a integração do laboratório no LASI, na qualidade de membro associado, “vem permitir potenciar as sinergias e o acesso a ‘calls’ internacionais que, habitualmente, só estão ao alcance de grandes laboratórios”.
Por outro lado, “irá possibilitar o acesso a infraestruturas comuns de apoio à atividade dos laboratórios associados que seriam difíceis de cada um ter isoladamente”.
Para a presidente do IPCA, Maria José Fernandes, o sucesso da candidatura do 2Ai a membro associado do LASI “significa mais um importante passo do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave na consolidação do seu posicionamento enquanto polo de referência nacional e internacional ao nível da investigação tecnológica”.
“O IPCA quer continuar a crescer, não só no número de alunos, infraestruturas e equipamentos, mas também naquilo que diferencia as principais instituições de ensino superior em qualquer parte do mundo, que é a qualidade da sua investigação. E esta notícia é a prova de que estamos no bom caminho”, acrescenta.
O LASI conta com os seguintes membros associados:

* 2Ai – Laboratório de Inteligência Artificial Aplicada do IPCA
* GECAD – Grupo de Investigação em Engenharia e Computação Inteligente para a Inovação e o Desenvolvimento (Instituto Superior de Engenharia do Porto)
* CISTER Research Centre (Instituto Superior de Engenharia do Porto)
* Centro Algoritmi (Universidade do Minho)
* IPC – Instituto de Polímeros e Compósitos (Universidade do Minho)
* LIACC – Laboratório de Inteligência Artificial e Ciência de Computadores (Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto)
* Centro de Matemática da Universidade do Porto
* Instituto de Engenharia Eletrónica e Telemática da Universidade de Aveiro
* LEMA (Universidade de Aveiro)
* Centro de Informática e Sistemas da Universidade de Coimbra
* Centro de Imagem Biomédica e Investigação Translacional da Universidade de Coimbra
* Centro de Tecnologia e Sistemas da Universidade Nova de Lisboa
* Unidade de Investigação e Desenvolvimento em Engenharia Mecânica e Industrial da Universidade Nova de Lisboa

A atividade do LASI foca-se no desenvolvimento de soluções inovadoras baseadas em inteligência artificial para ultrapassar os grandes desafios das suas cinco áreas temáticas: Indústria inovadora e sustentável; Cidades Inteligentes, Mobilidade e Energia; Saúde e Bem-estar; Infraestruturas e Sociedades Conectadas; Administração Pública.

Comentários

topo