Guimarães

Estão abertas as inscrições para o ‘Banco de Terras’ de Guimarães

(c) Município de Guimarães
Partilhe esta notícia!

Até ao dia 15 de setembro é possível apresentar as candidaturas para inscrição de prédios agrícolas e florestais no Banco de Terras de Guimarães. Destaca-se a possibilidade de integrar os prédios inseridos na área geográfica da Penha, contribuindo no apoio à candidatura da Montanha da Penha como área protegida de âmbito local.

A Câmara Municipal de Guimarães lançou o Banco de Terras de Guimarães, primeiro Banco de Terras em Portugal, através da Incubadora de Base Rural de Guimarães. Trata-se de um instrumento através do qual proprietários podem arrendar ao Município terrenos abandonados/sem utilização de que sejam detentores, para que este os subarrende a empreendedores com vontade em criar o seu próprio negócio agrícola ou de base rural.

O Banco de Terras de Guimarães corporiza um conjunto de benefícios para o proprietário, na medida em que valoriza os seus terrenos com potencial agrícola ou florestal, tem garantia de renda por parte do Município de Guimarães, recebe o património fundiário no mesmo estado de uso ou ainda melhor do que o estado inicial e deixa de ter custos com a limpeza anual de vegetação, espécies arbustivas e manta morta.

Os proprietários interessados deverão consultar o Aviso de abertura de candidaturas disponível no site do Município de Guimarães e seguir as orientações para submissão da candidatura.

Comentários

topo