Guimarães

Guimarães adquire autoescada adaptada para incêndios em zonas de acesso difícil

(C) LUSA
Partilhe esta notícia!

A Câmara de Guimarães anunciou hoje que vai comparticipar a compra de uma autoescada para combate a incêndios urbanos, equipamento “essencial” no Centro Histórico e zonas de “acessos difíceis” que foi adequado às necessidades deste concelho.

O custo do equipamento está estimado em 800 mil euros e a autarquia de Guimarães, no distrito de Braga, vai comparticipar a compra em 75% do valor total, ou seja com cerca de 600 mil euros.

“Assumimos uma forte comparticipação para um equipamento que é essencial para o combate a incêndios essencialmente no Centro Histórico e zonas urbanas do concelho onde os acessos são mais difíceis. Esta autoescada foi construída e adequada à nossa realidade e com tecnologia de topo”, frisa o presidente da Câmara de Guimarães, Domingos Bragança, citado em comunicado.

A novidade foi dada no dia em que a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Guimarães assinalou o seu 144.º aniversário.

Lembrando que o último ano ficou marcado pela pandemia da covid-19, o presidente da Câmara refere que “os bombeiros são o braço armado da Proteção Civil e os vimaranenses têm esse reconhecimento pelo trabalho que fazem em prol das pessoas e proteção de bens”.

“Em ano de pandemia aumentamos ainda mais esse reconhecimento pela dedicação dos nossos bombeiros. Os nossos bombeiros nunca viraram a cara à luta e sempre disseram presente”, acrescenta Domingos Bragança.

O autarca participou hoje numa cerimónia simbólica que serviu para comemorar o aniversário da corporação.

Ao hastear de bandeiras, seguiu-se a colocação de uma coroa de flores no monumento do Bombeiro em homenagem aos Bombeiros e tributo aos fundadores.

Na cerimónia, de acordo como comunicado desta autarquia, o comandante dos Bombeiros Voluntários de Guimarães, Bento Marques, agradeceu o apoio da Câmara Municipal para a aquisição de uma viatura, bem como o apoio da sociedade civil na adesão a uma campanha que está em curso para adquirir uma outra ambulância de cuidados intensivos com equipamento para atender doentes críticos.

Comentários

topo