Vila Verde

Vila Verde. “José Morais é o melhor candidato do PS”

Partilhe esta notícia!

Martinho Gonçalves, ex-deputado na Assembleia República e ex-líder da bancada do Partido Socialista na Assembleia Municipal de Vila Verde, veio a público através da rede social facebook “bater” novamente na outra “ala” do PS do concelho.

Para o ex-deputado, o “panorama é muito difícil” não pelo valor dos adversários dos socialistas, mas sim “pelos problemas que trouxeram para dentro no nosso partido, aqueles que são fracos e não querem o nosso sucesso.”

Martinho Gonçalves traça os dois perfis de dos ditos “fracos”: os que não são de Vila Verde (Joaquim Barreto?)  e os que são (Filipe Silva?): “uns, os que não são de cá, mas que querem mandar nos de cá, porque o seu único objetivo é que ninguém, em Vila Verde, seja capaz de dizer não aos seus objetivos ditatoriais e que sejam militantes mansos e facilmente manobráveis! Os outros, os que são de cá, o único objetivo que têm é mesmo obedecer cegamente a quem manda no partido fora da porta de Vila Verde e lhes facilita a vidinha, arranjando-lhes os vergonhosos lugares na Administração do Estado ou que lhes dão a visibilidade politica que a sua pequenez e a sua imagem publica que jamais lhes poderia dar!”

“Gente fraca, oportunista e mal vista na sociedade “

O ex-deputado diz que “não é estranho o facto de muitas dos militantes e simpatizantes socialistas de Vila Verde se cansem e não queiram continuar no meio de um grupo de gente fraca, oportunista, mal vista na sociedade e nada camarada e solidária!”

“Sempre que um de nós diz não a esses oportunistas e quer vincar a independência dos socialistas de Vila Verde, logo eles tratam de os atacar, usando todos os meios, por mais execráveis que eles sejam!”

“José Morais, o militante que, de longe, é o mais qualificado e o melhor candidato que o PS poderia apresentar”

Martinho Gonçalves afirma que o vereador José Morais seria a escolha acertada pelo PS como candidato às Autárquicas de 2021: “o último episódio dessa inqualificável ‘ação de despejo’ aconteceu com o nosso camarada José Morais, o militante que, de longe, é o mais qualificado militante do PS de Vila Verde e o melhor candidato que o PS poderia apresentar, ação essa que foi comandada à distância pelo ‘homem de Cabeceiras’ e executado em Vila Verde pelos conhecidos ‘Bate-Orelhas’ e assalariados (e candidatos a ser…) dos ‘Tachos Políticos’!”

Recorde-se que José Morais já tinha anunciado que não seria candidato à Câmara nas próximas eleições autárquicas. Dizia Morais que com esta posição queria “apenas contribuir para que se abra a porta para um novo ciclo político em Vila Verde.”

Morais bate a porta ao Partido Socialista de Vila Verde: “Não sou candidato”

Filipe Silva, de Soutelo, fora da corrida

Fonte da direção Nacional do Partido Socialista garantiu ao Semanário V que já foi dada indicação de que se for indicado o nome de Filipe Silva, autarca de Soutelo, como candidato do PS à Câmara de Vila Verde, este não será aceite.

Já em fevereiro passado, Martinho Gonçalves tinha escrito duras críticas àqueles que são capazes “de trair os seus camaradas vila-verdenses, para agradar aos mandantes da destruição do PS de Vila Verde.”

Martinho Gonçalves critica quem vai para o PS em busca de “vergonhosos tachos”

Publicação na íntegra:

“Jorge Costa Meu caro Jorge Costa:
Acreditarás que esse desiderato da mudança política em Vila Verde é tudo o que eu posso desejar e pelo que me bati todos estes anos, desde o 25 de Abril!
Já estivemos longe e perto de o alcançar.
Mas, nos tempos que vivemos, o panorama é claramente muito difícil!
E não o será pelo valor dos nossos adversários, mas sim pelos problemas que trouxeram para dentro no nosso partido, aqueles que são fracos e não querem o nosso sucesso! Uns, os que não são de cá, mas que querem mandar nos de cá, porque o seu único objetivo é que ninguém, em Vila Verde, seja capaz de dizer não aos seus objetivos ditatoriais e que sejam militantes mansos e facilmente manobráveis! Os outros, os que são de cá, o único objetivo que têm é mesmo obedecer cegamente a quem manda no partido fora da porta de Vila Verde e lhes facilita a vidinha, arranjando-lhes os vergonhosos lugares na Administração do Estado ou que lhes dão a visibilidade politica que a sua pequenez e a sua imagem publica que jamais lhes poderia dar!E, sempre que um de nós diz não a esses oportunistas e quer vincar a independência dos socialistas de Vila Verde, logo eles tratam de os atacar, usando todos os meios, por mais execráveis que eles sejam!E, por isso, não é estranho o facto de muitas dos militantes e simpatizantes socialistas de Vila Verde se cansem e não queiram continuar no meio de um grupo ( pequeno, é certo…) de gente fraca, oportunista, mal vista na sociedade e nada camarada e solidária!O último episódio dessa inqualificável “ação de despejo” aconteceu com o nosso camarada José Morais, o militante que, de longe, é o mais qualificado militante do PS de Vila Verde e o melhor candidato que o PS poderia apresentar, ação essa que foi comandada à distância pelo “homem de Cabeceiras” e executado em Vila Verde pelos conhecidos “Bate-Orelhas” e assalariados (e candidatos a ser…) dos “Tachos Políticos”!
Por isso, Jorge Costa, perceberás facilmente que, nestas circunstâncias e pelo respeito que devo a mim próprio, não tenho nenhuma condição de me misturar com essa gente sem valor e, principalmente, sem seriedade politica e pessoal!
A história não deixará de registar este momento negro do PS de Vila Verde e de imputar as responsabilidades politicas ao Eng. Joaquim Barreto e aos seus acólitos de Vila Verde!
Eu, Jorge, por muito que me custe – e como custa, meu caro amigo!… – terei de ficar por fora, a assistir a esta desgraça anunciada!
Saudações socialistas! “

Comentários

topo