Braga

Caminho de Braga a Santiago de Compostela é destaque em dois documentários

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

O Governo Autónomo da Galiza apoiou a realização de dois documentários sobre o Caminho da Geira e dos Arrieiros, que liga Braga a Santiago de Compostela na distância de 240 quilómetros, através do Fundo de Projetos Culturais Jacobeu 2021.

O primeiro dos filmes acabados de lançar, intitulado “Gerês-Xurés no Caminho da Geira e dos Arrieiros”, tem a duração de 26 minutos e destaca a reserva da biosfera transfronteiriça, declarada em 2009 pela UNESCO.

O segundo documentário, intitulado “Caminho da Geira e dos Arrieiros. Worldrone”, foi dirigido por Xoel Méndezun e filmado no género “road movie”. “A câmara percorre por terra e ar a rota, que apesar do seu injusto anonimato já conta séculos de história”, explica a Secretaria Geral de Política Linguística.

Braga. Caminho Geira e dos Arrieiros em destaque num projeto do caminho de Santiago

“O documentário, com versões em português e galego, destina-se a divulgar o caminho, com especial ênfase no troço pelo Gerês e nos elementos mais relevantes: espaços naturais, arquitetónicos, históricos, serviços ou alternativas próximas”, explica a Secretaria Geral de Política Linguística do Governo da Galiza, gestora do fundo que financiou o projeto.

“Uma peregrina guia os espetadores pelo caminho, enquanto vai obtendo os selos diários que, no final, lhe garantirão a atribuição da Compostela. A narração detalha os aspetos que fazem deste caminho uma experiência inesquecível”, adianta.

O vídeo “Gerês-Xurés no Caminho da Geira e dos Arrieiros” tem guião e direção de María del Carmen Fernández Blanco e foi realizado por Francisco V. Barros. A música é do compositor galego Xoán López.

O Caminho da Geira e dos Arrieiros foi apresentado em 2017 em Ribadavia (Galiza) e Braga, reconhecido pela Igreja de Santiago de Compostela em 2019, reconhecido pela associação de municípios transfronteiriços Eixo Atlântico em 2020 e é um itinerário oficial da Peregrinação Europeia de Jovens do Ano Santo Jacobeu 2021/22.

 

 

Comentários

topo