Viana do Castelo

IL Viana pede abertura de inquérito para avaliar queixas dos Sapadores Municipais

(c) CM Viana do Castelo
Partilhe esta notícia!

A Iniciativa Liberal de Viana do Castelo reuniu com elementos dos Bombeiros Sapadores de Viana do Castelo, na sequência de um plenário onde ficou decidido que os “soldados da paz” iriam interpor uma ação coletiva contra o Comandante da Corporação, por práticas que consubstanciam atos de “discriminação e assédio moral laboral”. Mediante a gravidade das denúncias, a Iniciativa Liberal reclama a abertura urgente de um inquérito por parte da Inspeção Geral da Administração Interna e da Inspeção Geral das Finanças, revela comunicado enviado à redação do Semanário V.

“Conflitos diários, ameaças, humilhações e um ambiente de cortar à faca”

O IL conta que, na sequência deste encontro ficaram a saber que as queixas dos bombeiros começaram a tornar-se evidentes a partir de 2015 sendo que, atualmente, já atingiram o ponto de rutura com “conflitos diários, ameaças, humilhações e um ambiente de cortar à faca”, sendo notória a desmotivação dos bombeiros. Mais chocante foi saber que “há bombeiros que choram lá dentro” e que outros estão com acompanhamento psicológico ou simplesmente metem baixa para não terem de se sujeitar ao ambiente degradante do Quartel. Para além destas questões há outros atropelos à legislação laboral que os bombeiros têm perfeitamente documentados e que prometem entregar à justiça.
Neste momento já entregaram, junto da Câmara Municipal de Viana do Castelo, um abaixo-assinado que reúne as assinaturas de mais de metade dos 57 bombeiros da corporação, dos quais 12 são recrutas ainda a aguardar pela regularização da sua situação laboral. Neste documento queixam-se, para além das atitudes persecutórias do comandante, da falta de equipamento de proteção individual, pois o atual está obsoleto; da falta de formação e instrução; do desrespeito pelas hierarquias ou da ausência de progressão na carreira ou avaliação de desempenho, entre outros.

“O Núcleo Territorial da Iniciativa Liberal não percebe a passividade do presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo em relação a esta matéria, pelo que urge a abertura de um inquérito independente para apurar a validade destas queixas. Refira-se que, com esta omissão, o presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo está a contribuir para que o clima de instabilidade no seio dos Bombeiros Sapadores aumente, com consequências óbvias na prestação deste serviço público de elevada importância para toda a população do concelho”, escreve o partido no mesmo comunicado.

Sobre a Iniciativa Liberal

O partido INICIATIVA LIBERAL é o partido liberal de Portugal. A Iniciativa Liberal (IL) tem a sua génese em setembro de 2016, com a criação da Associação Iniciativa Liberal. Em 26 de novembro de 2017 realiza-se a Convenção Fundadora do partido político Iniciativa Liberal, sendo formalizado o seu registo perante o Tribunal Constitucional no mês seguinte. A Iniciativa Liberal apresentou-se pela primeira vez a eleições nas Eleições Europeias em maio de 2019. Em setembro, concorreu às Eleições Regionais da Madeira. Em outubro, participou nas Eleições Legislativas e elegeu um deputado à Assembleia da República, João Cotrim Figueiredo. Acompanhe em Iniciativa Liberal, Facebook, Twitter ou Instagram.

Comentários

topo