Curiosidades

Estão planeados 300 voos semanais entre França e Portugal nos próximos tempos

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

O Turismo do Porto e Norte realizou na passada sexta-feira uma nova sessão do ciclo de webinars cujo objetivo é diagnosticar as tendências de mercado, de forma a alinhar estratégias de promoção, planeando a operação e posicionando a oferta. «A Hora de França» teve como orador Jean-Pierre Pinheiro, coordenador da equipa da Delegação do Turismo de Portugal em França e Luxemburgo, que revelou dados de um estudo recente indicando que
“Portugal está no TOP 10 de países que os franceses elegem para viajar” e nas pesquisas online ou sondagens a operadores “surge nos três primeiros lugares, a par de destinos como Espanha e Grécia”.

Luís Pedro Martins, presidente o Turismo do Porto e Norte, lembra que “o mercado francês reveste-se de grande importância para o destino Porto e Norte, ocupando a segunda posição no TOP 5 dos mercados emissores para o
destino e poderá, em breve, quando for reposta alguma normalidade na circulação, ajudar a aumentar a estada média na região.” Dados recolhidos no referido estudo, apontam o aumento considerável de pesquisas por férias de oito a quinze dias, o que sugere a necessidade de adaptar a oferta para a realização de um maior número de experiências em todos os subdestinos do Porto e Norte. Vários operadores e agências francesas, que tradicionalmente não se dedicavam muito ao mercado português, “têm procurado mais informações sobre o destino, até porque os franceses ainda sentem algum desconforto para viagens de longo curso”, sustenta o Delegado do Turismo de Portugal neste
mercado.

Apesar da grande vontade dos franceses em viajar – 58% dos inquiridos manifestaram essa intenção -, a França atravessa neste momento uma situação sanitária débil, existindo ainda um grande grau de incerteza associado ao que será o futuro mais próximo. Todavia, existem bons indicadores: “Estão planeados 300 voos semanais entre França e Portugal para os próximos tempos e a recolha de dados mostra que o turismo outdoor será preferencial, com destaque para as atividades na Natureza, mas também uma grande procura por zonas balneares, com areais extensos e que favoreçam o distanciamento físico”, revelou Jean-Pierre Pinheiro.

O Turismo do Porto e Norte já fez o «check in» aos mercados espanhol, brasileiro e francês neste ciclo de webinars, sendo possível concluir que o prestígio do destino continua intacto e que os turistas continuam a ver a região como um local de eleição para as suas férias ou para curtas deslocações em lazer.

Comentários

topo