Barcelos

Barcelos. 1200 testes à Covid-19 no IPCA em regresso exemplar à instituição

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

O regresso às atividades letivas presenciais no IPCA está a decorrer com total normalidade, registando-se a forte adesão de toda a comunidade académica às normas e orientações definidas no âmbito do Plano Operacional da instituição.

No universo dos cerca de 5700 estudantes do IPCA, a grande maioria encontra-se assistir às suas aulas em regime presencial e híbrido, mantendo-se, apenas, até à data, as atividades letivas exclusivamente online nos cursos de Mestrado e nas Pós-Graduações.

A presidente do IPCA, Maria José Fernandes, enaltece o “comportamento exemplar manifestado pela generalidade dos estudantes nesta retoma, tendo em conta as medidas que foi necessário introduzir para garantir a segurança de todos”.

Tendo em vista o regresso às aulas presenciais, o IPCA atualizou o seu Plano Operacional para as Atividades Letivas e Não Letivas e o seu Plano de Contingência, de forma a incorporar as últimas orientações emanadas pela Direção Geral de Saúde e pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

“As regras introduzidas nesta fase visam, essencialmente, reduzir ao mínimo possível o número de pessoas presentes nas instalações do IPCA em simultâneo, organizar os espaços para manter as distâncias mínimas de segurança e garantir boas práticas de higiene nas instalações e equipamentos”, explica Maria José Fernandes.

Entre as várias medidas aplicadas no universo IPCA – composto pelo Campus de Barcelos e pelos Polos de Braga, Guimarães e Vila Nova de Famalicão – está a realização de testes e o desfasamento dos horários de início, intervalo e fim de aulas, de forma a evitar ajuntamentos à mesma hora nos espaços comuns e partilhados pela comunidade académica.

A presidente do IPCA destaca a “boa adesão de toda a comunidade académica aos testes e às normas definidas, contribuindo para que este regresso às atividades letivas presenciais esteja a decorrer da melhor forma”.

Entretanto, mais de 1200 pessoas entre estudantes, docentes, técnicos e outros colaboradores do IPCA já foram testados à COVID-19 desde o regresso às atividades letivas presenciais, no passado dia 19 de abril.

“O sucesso desta ação tem sido também graças ao profissionalismo de toda a organização da Cruz Vermelha Portuguesa, que está a operacionalizar a realização dos testes”, sublinha a presidente do IPCA.

“O IPCA agora vai continuar a monitorizar as medidas concretas de prevenção e controlo da transmissão da COVID-19 em todos os seus espaços, avaliando permanentemente a respetiva eficácia, revendo-as, ou adaptando-as, sempre que necessário, de acordo com a evolução global e local da pandemia e com as indicações das entidades competentes”, acrescenta.

A retoma das atividades letivas do IPCA envolve todos os cursos de Licenciatura e Técnicos Superiores Profissionais. Os Mestrados e Pós-Graduações mantêm-se em funcionamento em regime de ensino a distância.

Comentários

topo