País

Donos de discotecas já tiveram de vender a casa ou o carro para sobreviver

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

Com as receitas a zero desde março do ano passado, os empresários da noite têm ainda de suportar os elevados custos de manter as casas fechadas. Segundo o Expresso continuam sem perspetivas de poder reabrir
Está “a ficar insuportável” a situação dos donos de discotecas e bares – que permanecem encerrados por decreto desde março do ano passado devido à pandemia de Covid-19, segundo advertem vários empresários ligados à indústria da noite.

A Associação Nacional de Discotecas (AND) disse hoje que o Governo mostrou disponibilidade para aumentar os apoios ao setor e discutir a reabertura dos espaços de diversão noturna, encerrados desde março de 2020 devido à pandemia. Segundo a AND, estas garantias foram dadas pelo secretário de Estado do Comércio, Serviços e Defesa do Consumidor, João Torres, no decorrer de uma reunião em Lisboa com a associação sobre o plano de desconfinamento, no âmbito da pandemia da Covid-19, decorria o ano de 2020, tal como noticiou o Semanário V.

Empresários querem abrir discotecas e bares em julho mas DGS não dá esperança

Comentários

topo