País

Madeira iniciou vacinação contra a Covid-19 a pessoas em situação de sem-abrigo

Partilhe esta notícia!

As autoridades de saúde da Madeira iniciaram hoje a vacinação contra a covid-19 a pessoas em situação de sem-abrigo na região e utentes dos Centros de Atividades Ocupacionais (CAO), informou o Governo Regional.

“No âmbito da campanha de vacinação contra a covid-19 a decorrer na Região Autónoma da Madeira informamos que foi dado início à vacinação de pessoas em situação de sem-abrigo”, lê-se numa nota do gabinete do secretário da Saúde do arquipélago.

No comunicado é referido que já foram vacinadas 60 pessoas em situação de sem abrigo, tendo a administração das vacinas contra a covid-19 decorrido nas instalações da Associação Protetora dos Pobres, no Funchal.

“Foram asseguradas todas as condições de segurança”, lê-se na nota.

O Governo Regional acrescenta que hoje foram também vacinados “186 utentes afetos aos Centros de Atividades Ocupacionais (CAO), no Funchal”.

“A par desta vacinação centralizada no Funchal, decorreu a inoculação de vacinas nos Centros de Vacinação de Santa Cruz, Porto Moniz e São Vicente”, é referido.

De acordo com os dados das autoridades de saúde, “até à data, a Região Autónoma da Madeira contabiliza mais de 95 mil vacinas administradas”.

O boletim epidemiológico diário difundido pela Direção Regional de Saúde (DRS) é indicado que a Madeira diagnosticou 20 novos casos de infeção por SARS-CoV-2 de transmissão local e 11 doentes recuperados nas últimas 24 horas.

Segundo a DRS, a região passa agora a contabilizar um total de 9.055 casos confirmados e 8.708 recuperados desde o início da pandemia de covid-19, mantendo os 71 óbito associados à doença.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.230.058 mortos no mundo, resultantes de mais de 154,2 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.983 pessoas dos 838.102 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Comentários

topo