Guimarães

Visitas gratuitas e exposições em Guimarães no Dia Internacional dos Museus

(c) Município de Guimarães
Partilhe esta notícia!

As comemorações iniciam já no dia 15, sábado, com uma visita ao museu do Paço dos Duques com recurso às novas tecnologias, ao dispor de um código QR para ter acesso à informação sobre as salas e o seu acervo. O Museu Alberto Sampaio também adere às ferramentas digitais. Através da leitura do código QR, que está disponível na receção do Museu, terá acesso a um roteiro de visita que dá a conhecer as salas do Museu e algumas das suas peças mais emblemáticas.

Neste dia, está ainda previsto a peça de teatro em marionetas “O Afonso e a Constança, duques de Bragança”, às 21h00 e 21h30. Este teatrinho dá a conhecer a Casa Senhorial que D. Afonso mandou construir para aqui viver com a sua segunda mulher, D. Constança de Noronha, de uma forma muito divertida, e com muita animação e cor.

No dia 18 de maio, ao longo do dia decorrem iniciativas para as crianças no Museu Alberto Sampaio com teatro de marionetas e teatro de sombras que desvenda a Lenda de Santa Catarina. O Paço dos Duques de Bragança também dedica este dia aos mais novos com o teatro de marionetas “O Afonso e a Constança, duques de Bragança” (10h00 e 14h00) e promove visitas guiadas para abordar, de uma forma generalizada, a história do edifício, desde a sua origem no século XV até ao restauro do século XX e algumas das principais obras em exposição.
No Centro Internacional José de Guimarães (CIAJG) são três motivos de visita para o dia 18 de maio. Entrada gratuita para ver as exposições, uma oficina-laboratório, junto da exposição “Complexo Colosso” e por último uma conversa a decorrer online, sobre a linguagem e o papel do museu como instrumento de mediação.

As exposições do ciclo do novo programa artístico “Nas margens da ficção” estarão visitáveis durante o dia (11h00 e 17h00), com entrada gratuita. São oito exposições espalhadas pelas várias salas do CIAJG, onde as coleções e as obras do artista José de Guimarães procuram estimular novos diálogos, novas narrativas com os trabalhos de outros artistas.

Às 14h00 realiza-se o “Laboratório Vivo #2”, numa sessão dedicada à exposição “Complexo Colosso”, com curadoria de Ángel Calvo Ulloa. Às 19h00, está previsto uma conversa online “Reescrever o Museu”, com Maria Vlachou e Gisela Casimiro, moderada por Marta Mestre (curadora-geral do CIAJG).

Comentários

topo