País

ARS Norte recomenda vigilância a quem contactou com adeptos ingleses

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

A Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte aconselhou hoje vigilância e redução de contactos nos próximos 14 dias a quem frequentou no sábado, no Porto, locais relacionados com a final da Liga dos Campeões, em futebol.

Em comunicado, a ARS Norte informa que a delegada de saúde regional do Norte “recomenda, para os próximos 14 dias, a quem frequentou algum dos locais definidos para este evento ou espaços similares, com alta probabilidade de contacto, “atenção aos sintomas da covid-19”, bem como “reduzir os contactos”, a par das demais medidas de prevenção aconselhadas desde o início da pandemia de covid-19.

Na nota de imprensa, lê-se que os cidadãos devem “manter-se atentos a sintomas de covid-19, nomeadamente febre, tosse (de novo, agravada ou associada a dores de cabeça ou dores generalizadas do corpo), dificuldade respiratória ou perda total ou parcial do olfato ou do paladar, de início súbito. No caso do aparecimento destes sintomas, contactar o Centro de Contacto do SNS 24 (808 24 24 24)”

Têm também o dever de “procurar reduzir os contactos nos próximos 14 dias (restrição social) e cumprimento rigoroso das medidas de prevenção da infeção, como o distanciamento físico, o uso de máscara, a ventilação dos espaços, a higiene das mãos e a etiqueta respiratória”, continua o comunicado.

Termina a ARS com a informação de que as “autoridades de saúde da região Norte manterão o acompanhamento da situação epidemiológica, ajustando a intervenção em saúde pública, de acordo com a avaliação de risco”.

Milhares de adeptos ingleses rumaram entre quinta-feira e sábado ao Porto para assistir à final da mais importante competição de clubes de futebol, no Estádio do Dragão, numa afluência que causou uma forte presença em locais como a Ribeira, onde se registaram desacatos.

No sábado, após o final do jogo que o Chelsea venceu por 1-0 ao Manchester City, dois adeptos ingleses foram detidos pela PSP após terem agredido agentes policiais, o que fez com que um dos polícias tivesse de ser suturado na face no Hospital Santo António.

No decurso da última madrugada cerca de 50 aviões com adeptos das duas equipas partiram do aeroporto Sá Carneiro rumo a Londres e a Manchester.

Com Agência LUSA

Comentários

topo