País

Homem em prisão preventiva por abusar sexualmente de duas “netas por afinidade”

(c) LUSA
Partilhe esta notícia!

Um homem de 65 anos ficou esta sexta-feira em prisão preventiva por suspeita da prática reiterada de vários crimes de abuso sexual sobre duas crianças em Cantanhede, no distrito de Coimbra, anunciou a Polícia Judiciária (PJ).

Segundo fonte da Diretoria do Centro, o detido é ‘avô’ por afinidade das vítimas, duas raparigas, de 10 e 18 anos, já que é casado há sete anos com uma avó.

A denúncia partiu da mãe das vítimas, após a mais nova ter revelado os comportamentos abusivos do ‘avô'”, disse a mesma fonte, adiantando que os abusos ocorreram na casa do suspeito, que morava próximo das vítimas.

No caso da criança de 10 anos, a Diretoria do Centro da PJ referiu que os abusos terão começado há cerca de dois anos, enquanto com a mais velha começaram também “entre os 8/9 anos e duraram até aos 15, quando passou a reprimir os abusos”.

A PJ salienta que se trata de um caso recente, com pouco mais de duas semanas, pelo que não é ainda possível fornecer mais alguns pormenores sobre o caso.

No entanto, acrescenta que, “aparentemente, a avó não tinha conhecimento dos abusos praticados”.

O suspeito, de 65 anos de idade, foi detido na terça-feira e presente hoje a primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Instrução Criminal de Coimbra, que lhe aplicou a medida de coação de prisão preventiva.

O detido não tem antecedentes criminais e executava pequenos trabalhos de canalização.

Comentários

topo