País

Homem acusado de matar ator Bruno Candé condenado a 22 anos e nove meses de prisão

(c) Wikipédia
Partilhe esta notícia!

O homem acusado de ter baleado mortalmente o ator Bruno Candé, em julho do ano passado numa rua de Moscavide, em Loures, foi esta segunda-feira condenado a 22 anos e nove meses de prisão.

Além do cumprimento desta pena, o tribunal determinou o pagamento de uma indemnização cível de 160 mil euros aos três filhos de Bruno Candé, por danos de morte e danos não patrimoniais.

O arguido, de 76 anos, estava acusado do crime de homicídio qualificado de Bruno Candé, ocorrido em 25 de julho de 2020 e agravado por ódio racial, e posse de arma ilegal.

Comentários

topo