Braga

Candidato do PAN à Câmara de Braga acusa Rio de “mais do mesmo em 8 anos”

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

O PAN, Pessoas – Animais – Natureza, apresentou os candidatos à Câmara Municipal e Assembleia Municipal de
Braga.
O candidato à Câmara Municipal é Rafael Pinto, cabeça de lista às legislativas de 2019 e porta-voz distrital. “Este é um momento histórico para o PAN e para o concelho de Braga” afirma o candidato, “É a primeira candidatura com valores progressistas, ambientalistas e de bem-estar animal no concelho”.
No discurso de lançamento de campanha, que decorreu no Jardim Urbano da Junta de Freguesia de S.Vítor, o PAN afirmou como bandeiras desta candidatura, o ambiente, a mobilidade e a educação. Mas, deixou claro que o projeto do partido para o concelho também se foca no bem-estar animal, na saúde, combate à corrupção e aumento da transparência e participação dos cidadãos na democracia O candidato deixou fortes críticas ao atual executivo, “Em 8 anos de mandato não conseguiram parar a poluição no rio Este(…) em 8 anos de mandato, não
conseguiram melhorias que se notem na mobilidade da cidade.(…)”
Também a gestão do arvoredo urbano tem sido, para o PAN “desastrosa, com podas abusivas e abate de árvores saudáveis, a motosserra não tem tempo de arrefecer, e quanto mais esta aquece, mais aquecem os bracarenses e mais aquece o futuro das próximas gerações”

Discurso na íntegra:

Rafael Pinto
Candidato à Câmara Municipal de Braga

Depois de muitos meses de expectativa e de apresentações de candidaturas que são mais do mesmo, com promessas vazias, falta de visão a longo prazo, as ideias do costume e até, em alguns casos, as pessoas do costume eis que surge uma nova esperança para os bracarenses, a esperança de que afinal não é tudo igual, que Braga tem futuro, que há uma alternativa verde!
A candidatura do PAN em Braga representa progresso. Será a primeira candidatura ambientalista, progressista e com valores de proteção animal! Valores estes que fazem falta a Braga! Um concelho que passou de uma dinastia de amiguismos para uma ditadura de mercado que não atende às reais necessidades da população, deixando muitos dos nossos para trás….em comum têm a falta de visão além dos números, o conservadorismo social e os atropelos ao meio-ambiente.
Em 8 anos de mandato não conseguiram parar a poluição no rio Este. Não conseguiram sequer criar um cadastro das redes pluviais. Mas conseguiram, isso sim, ser multados por poluírem este mesmo rio.
Em 8 anos de mandato, não conseguiram melhorias que se notem na mobilidade da cidade. Continuamos com um concelho dedicado ao automóvel, dedicado ao excesso de velocidade e à poluição do ar.
Onde estão as ciclovias? Onde estão os 76km? Em 7 anos tivemos apenas a renovação do que já existia e o prolongamento de, pasmem-se, 900 metros…é preciso mais pedalada senhor presidente. Queremos despoluir o rio este! Queremos apostar nos transportes públicos! Queremos mais ciclovias!
Também a gestão do arvoredo urbano tem sido desastrosa. Com podas abusivas e abate de árvores saudáveis, a motosserra não tem tempo de arrefecer, e quanto mais esta aquece, mais aquecem os bracarenses e mais aquece o futuro das próximas gerações! É por isso que queremos a criação do regulamento municipal do arvoredo urbano!
Um concelho que se diz referência na causa animal, mas fica muito aquém nas campanhas de sensibilização, esterilização e adoção. Dizem-se referência na causa animal, mas mantêm um gatil sem condições, onde os animais mal se podem mexer 24h por dia, 365 dias por ano. São referência na causa animal, mas impedem os voluntários de entrar no canil e dar melhores condições a estes animais. No entanto, sempre que há uma despesa veterinária mais avultada, descansem, porque aí já chamam as associações! São referência na causa animal, mas nunca adotaram uma única medida em relação ao bem-estar dos animais da pecuária.

Podemos dizer assim, que no que toca aos animais o executivo deu-nos uma mão cheia de nada. Também no desenvolvimento económico do concelho o plano tem sido simples, aplicar uma ideologia cega que só no edifício do castelo custou 1 milhão de euros aos bracarenses, custa-lhes todos os meses na fatura dos resíduos, todos os meses
na renda das casas e todos os dias nos gastos com transporte. Desenvolvimento económico sim, às custas dos bracarenses, não! Precisamos de medidas de mitigação destes impactos!
Precisamos de mais habitação acessível! De uma bolsa municipal para a eficiência energética das casas De garantir que o turismo serve os Bracarenses! Precisamos de um plano para remunicipalizar a AGERE! Empresa esta que tem servido para transferir dinheiro do bolso dos bracarenses para as elites do concelho. Empresa esta, vejam bem, que tem competências de fiscalização da poluição do rio Este, ao mesmo tempo que já foi multada por o poluir! Empresa esta que transformou o rio Torto num verdadeiro esgoto a céu aberto, tudo isto com complacência do executivo. Se calhar, até falei mal na questão dos amiguismos…
E toda esta destruição ambiental, estagnação na mobilidade, inexistência de habitação acessível, e falta de medidas de bem-estar animal têm um, e apenas um culpado: a falta de vontade política! E é por isto que o PAN faz falta em Braga!
No meio de um cenário político desolador para qualquer cidadão, na ausência de uma oposição forte, o PAN tem-se afirmado como uma alternativa racional, construtiva e ecológica! A alternativa verde! Ao contrário de outros partidos que já apresentaram candidatura, como o Iniciativa Liberal ou Chega, o PAN Braga não apareceu apenas para estas eleições. Em menos de 2 anos apresentamos 27 propostas e enviamos 131 questões para a autarquia, organizamos vários eventos e pronunciamo-nos constantemente sobre os problemas do concelho. Tudo isto graças a uma equipa de voluntários dedicados às causas sociais, ambientais e animais. Tudo isto graças à vontade de trabalhar por um concelho melhor e um mundo melhor! Imagem só o que podemos fazer com representação na cidade.
Também não nos limitamos a dizer que “somos o mesmo que ao nível nacional”, nós temos, de facto, ideias para Braga! Queremos trazer o excelente trabalho que o PAN tem desenvolvido nas áreas ambientais, sociais e animais e aplicá-lo na realidade local.
Ao contrário do PS, o PAN não tem medo de levantar poeiras na oposição, que revelem algo que não pode ser visto! Os candidatos do PAN não fecharam a porta a Braga e voltaram agora, a meses das eleições. Para nós, e como se costuma dizer, Braga, tem sempre a porta aberta.
Mais à esquerda temos um PCP a definhar com o conservadorismo a que já nos habituaram, querendo manter o país e o concelho no século passado e ainda o Bloco de Esquerda, com preconceitos radicais ideológicos, é incapaz de construir pontes tendo em vista o progresso. Tendo como base a intolerância, já demonstrou não ser capaz de construir uma verdadeira alternativa.
Quanto ao PSD, parece que a única espécie em vias de extinção com que se preocupa são partidos políticos…CDS, PPM, Aliança…vale tudo sem critério, sem exigência.
Esta candidatura não só dará voz ao planeta em Braga, como será também a voz dos jovens no concelho! Não só por ser uma lista maioritariamente sub-40, mas também por aplicar o princípio da justiça intergeracional. É preciso ter uma visão de longo prazo, pensar 20 anos à frente, porque as árvores que plantamos hoje, vão dar sombra para as próximas gerações. É preciso um maior sentido de responsabilidade para com os mais novos, porque sabemos que são eles que vão pagar as nossas dívidas. Ao mesmo tempo, é preciso maior respeito pelas gerações anteriores que plantaram os frutos que devíamos colher hoje.
E como queremos dar voz aos jovens e temos uma visão de longo prazo, uma das bandeiras da nossa candidatura será a educação! “Educação não muda o mundo, mas transforma as pessoas que vão mudar o mundo” Há muito que precisa de
mudar, há muito que a autarquia pode fazer! Não podemos continuar com um modelo do século XX que não se adapta às necessidades atuais e futuras dos jovens. Esta deve ser uma das prioridades da Câmara Municipal que, com adoção
de novas competências, não se pode ficar pelos mínimos.
Queremos envolver os alunos com a comunidade! Queremos um ensino mais inclusivo, personalizado e adaptado aos ritmos de cada um! Valorizar a criatividade e estimular a imaginação, sendo que é isso que cada vez
mais é exigido pela sociedade e empresas. Queremos formar cidadãos com uma mentalidade livre, que questionem o mundo à sua volta e se envolvam ativamente, não máquinas de decorar.
Assumimos como bandeiras desta candidatura, o ambiente, a mobilidade e a educação. Mas o nosso projeto para o concelho foca-se também no bem-estar animal, na saúde, combate à corrupção e aumento da transparência e participação dos cidadãos na democracia.
Candidatamo-nos com um objetivo muito claro, obter representação do PAN no município
Somos a alternativa verde! Queremos dar voz ao planeta em Braga! É este o futuro que eu quero e escolho para Braga E tu, que futuro escolhes? Obrigado e vamos fazer história!

Comentários

topo