País

PCP propõe preços máximos nos combustíveis e nas botijas de gás até final de 2022

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

O PCP apresentou esta sexta-feira diplomas para o setor energético, que incluem dois projetos-lei para estabelecer preços máximos nos combustíveis e para prolongar o regime de preços máximos nas botijas de gás, até ao final de 2022.
De acordo como diploma apresentado a propósito da criação de um “regime excecional e temporário de preços máximos dos combustíveis líquidos”, o partido argumenta que, como consequência da crise económico-social provocada pela pandemia, são necessárias medidas para recuperar várias atividades e aumentar o “rendimento disponível das famílias”.

O projeto-lei explicita que o recente aumento dos preços dos combustíveis vai “em sentido contrário”.

Comentários

topo