País

Casas de apostas com favoritos definidos para as meias-finais

Partilhe esta notícia!

As meias-finais do Euro 2020 já estão traçadas e nós, portugueses, somos obrigados a encarar a triste realidade da ausência da seleção das quinas desta fase da competição. A turma de Fernando Santos não conseguiu impor o estatuto de campeã, conseguido em 2016, e caiu nos oitavos-de-final aos pés da Bélgica. Como prémio de consolação resta-nos saber que a França, vice-campeã há cinco anos e atual campeã do mundo, também foi eliminada precocemente. A Alemanha foi outra das nações a deixar-se surpreender logo após a fase de grupos pelos ingleses.

O facto de jogar em casa está a ser aproveitado pela seleção inglesa para fazer uma caminhada quase irrepreensível. Ainda não sofreu qualquer golo na competição, apresentando 4 vitórias e 1 empate. Por essa razão, os Three Lions continuam a ser apontados pelas casas de apostas como os grandes favoritos à conquista do europeu. De acordo com as odds na Betano, têm 56% de probabilidades de vencer a Dinamarca e apurar-se para a final, onde se espera que ergam o troféu.

Por sua vez, os dinamarqueses já excederam a expetativa de muitos especialistas ao chegarem às meias-finais. Os nórdicos inauguraram a participação no Euro com uma derrota às mãos da Finlândia, que fazia a sua estreia em fases finais de competições europeias. Também é verdade que esse jogo foi marcado pelo colapso em campo do médio dinamarquês Christian Eriksen, acometido por uma paragem cardíaca. A situação impediu o jogador de continuar em competição e, paradoxalmente, poderá estar a servir de combustível para a campanha hercúlea da Dinamarca. O plantel e equipa técnica têm repetido incessantemente que todas as vitórias da equipa são dedicadas a Eriksen.

A outra meia-final, jogada já esta terça-feira, opõe Itália a Espanha. Os espanhóis têm feito uma caminha irregular com 2 empates na fase de grupos e um verdadeiro frango do guarda-redes Unai Simón contra a Croácia nos oitavos-de-final. A equipa é composta por jogadores jovens, o que se traduz em inexperiência mas também em irreverência. Por estas razões, os analistas preveem que tenham menos hipóteses de sucesso no jogo que antecede a final, embora não descartem completamente a turma de Luis Enrique.

Já Itália tem sido a grande revelação do Euro 2020. A squadra azzurra tem encantado com um futebol fluido, elegante e descomplicado. A defesa sólida assenta na dupla de centrais Chiellini- Bonucci e o meio-campo é ocupado pelo endiabrado Insigne, que parece estar em todo o lado com os seus gigantes 1 metro e 63 centímetros. Itália é, pois, apontada como a grande favorita no jogo contra Espanha.

Contudo, importa realçar que as previsões dos especialistas são, precisamente, previsões e que a matemática não tem lugar dentro de campo. Tudo o que se sabe é que haverá dois belos jogos de futebol.

Comentários

topo