Viana do Castelo

Politécnico de Viana do Castelo tem mais de 1700 vagas para cursos de licenciatura

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

Próximo ano letivo conta com mais de 1700 vagas para os 27 cursos de licenciatura das seis escolas superiores do Instituto Politécnico de Viana do Castelo.

O Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC) disponibiliza, no próximo ano letivo, mais de 1700 vagas para os 27 cursos de licenciatura das seis escolas superiores. As vagas, em quase todas as áreas de conhecimento, distribuem-se pelos regimes diurno e pós-laboral e pelos diversos contingentes de acesso ao ensino superior.

A Escola de Tecnologia e Gestão volta a ser a que mais vagas disponibiliza no próximo ano letivo com um total de 14 cursos de licenciatura: Design de Ambientes, Design do Produto, Engenharia Alimentar, Engenharia Civil e do Ambiente, Engenharia de Computação Gráfica e Multimédia, Engenharia de Redes e Sistemas de Computadores, Engenharia Informática, Engenharia Mecânica, Engenharia Mecatrónica, Gestão, Gestão (pós-laboral), Turismo e Turismo (pós-laboral).
Agronomia, Biotecnologia, Enfermagem Veterinária, Engenharia do Ambiente e Geoinformática são os cursos da Escola Superior Agrária com vagas disponíveis.
Já na Escola de Ciências Empresariais existem vagas para os cursos de Contabilidade e Fiscalidade, Gestão da Distribuição e Logística, Marketing e Comunicação Empresarial e Organização e Gestão Empresariais.
O curso de Desporto e Lazer, da Escola Superior de Desporto e Lazer do IPVC, também tem vagas disponíveis para o próximo ano letivo.
Artes Plásticas e Tecnologias Artísticas, Educação Básica e Educação Social Gerontológica são os cursos da Escola Superior de Educação que têm vagas para os alunos interessados nestas áreas.
Entretanto, a Escola Superior de Saúde disponibiliza também vagas para o curso de licenciatura em Enfermagem.

Provas Regionais para alunos do Ensino Profissional

Em vez de efetuarem exames pelo Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior, os alunos do ensino profissional que concluíram o secundário podem ingressar no IPVC através de uma prova regional.
De destacar que o IPVC integra o consórcio do Norte onde, para além do Politécnico de Viana do Castelo, fazem parte os politécnicos de Bragança, do Porto, do Cávado e Ave e a UTAD. A inscrição nas provas deverá ser efetuada até dia 10 de julho.

IPVC cria novos Cursos Técnicos Superiores Profissionais em parceria com empresas

O IPVC disponibiliza, no próximo ano letivo, 23 Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTESP’s). Indústrias Biotecnológicas, Mecânica Automóvel e Sistemas Elétricos de Energia são os três novos CTESP’s, que o IPVC apresenta em parceria com empresas. As candidaturas aos CTESP’s decorrem até 22 de agosto.
O curso de Indústrias Biotecnológicas, que vai funcionar na Escola Superior Agrária do IPVC, em Ponte de Lima, realiza-se em parceria com a empresa farmacêutica Zendal. De evidenciar, que a farmacêutica, com sede em Porrino, na Galiza, é uma das empresas espanholas que está envolvida no desenvolvimento de vacinas contra a Covid-19 e que vai expandir-se para Paredes de Coura, no distrito de Viana do Castelo, com uma unidade que deve estar pronta até ao final do ano.
Este curso, que foi desenhado para responder às necessidades deste setor, abre vagas este ano pela primeira vez, com o objetivo de formar técnicos para exercerem funções em bioindústrias ligadas sobretudo à biotecnologia farmacêutica e alimentar. Os alunos que frequentarem este curso com duração de dois anos vão sobretudo desenvolver competências para participar, gerir e controlar operações de fabrico e controlo da qualidade de produtos farmacêuticos, biotecnológicos e afins, organizando a operação, arranque e paragem dos processos, instalações e equipamentos, no cumprimento das normas de segurança, prevenção de riscos e proteção ambiental. No final, os alunos podem integrar os quadros intermédios de empresas dos setores farmacêutico, alimentar e outras indústrias de base biotecnológica ou onde a manipulação ou o controlo de produtos ou culturas de origem biológica seja realizado.
Para além da Zendal já diversas empresas se associaram ao curso de forma a garantir a componente de prática em contexto de trabalho.
Já o novo curso da Escola Superior de Tecnologia e Gestão em Mecânica Automóvel, que vai funcionar em Arcos de Valdevez, conta com a parceria com a In.Cubo – Incubadora de Iniciativas Empresariais Inovadoras. Este curso vai formar técnicos aptos a conceptualizar, executar, supervisionar e gerir operações de processos industriais que prestem serviços na área da tecnologia mecânica e automóvel, e supervisionar os trabalhos de diagnóstico, de deteção e de reparação de avarias nos sistemas mecânicos, elétricos e eletrónicos de veículos automóveis ligeiros e pesados, procurando maximizar a produtividade da oficina de manutenção e reparação automóvel, atentando às normas de segurança ambiental e de higiene e saúde no trabalho.
Para além da In.Cubo já diversas empresas se associaram ao curso de forma a garantir a componente de prática em contexto de trabalho.
O CTESP em Sistemas Elétricos de Energia, que vai funcionar na Escola Superior de Tecnologia e Gestão em parceria com a empresa Painhas, tem como objetivo principal formar profissionais habilitados para, de forma autónoma, sob orientação ou integrados numa equipa, planear, supervisionar e executar a instalação, manutenção e reparação de sistemas elétricos de energia. Destaque aqui para as redes elétricas utilizadas no transporte e distribuição de energia elétrica, bem como os sistemas de produção doméstica de energia. Os técnicos estarão aptos para gerir projetos, organizar o trabalho e supervisionar a sua execução por equipas.
A Painhas SA é uma empresa de referência na Prestação de Serviços de Construção, Manutenção e Gestão de Operações em toda a cadeia de valor do setor da Energia. Para além da Painhas já diversas empresas se associaram ao curso de forma a garantir a componente de prática em contexto de trabalho.

Comentários

topo