Região

Metade dos utentes do ACES Gerês-Cabreira já tem uma dose de vacina Covid-19

(c) LUSA
Partilhe esta notícia!

A vacinação desempenha um papel central na preservação de vidas humanas no contexto da pandemia COVID-19, tendo sido aprovado um Plano de Vacinação contra a COVID-19, assente em valores de universalidade, gratuitidade, aceitabilidade e exequibilidade, tendo como objetivos de Saúde Pública: salvar vidas, através da redução da mortalidade e dos internamentos por COVID-19 e da redução dos surtos, sobretudo nas populações mais vulneráveis, preservar a resiliência do sistema de saúde, do sistema de resposta à pandemia e do Estado, e mitigar o impacto económico e social da pandemia. Sabemos que este é um Plano dinâmico, evolutivo e adaptável à evolução do conhecimento científico, à situação epidemiológica, e à calendarização da chegada das diferentes vacinas contra a COVID-19.

A campanha de vacinação contra a COVID-19, iniciou-se em Janeiro 2021, com a criação dos Centros de Vacinação COVID (CVC), com a reafectação de profissionais e reorganização de serviços, sempre no sentido de proporcionar boas condições de trabalho para os profissionais e circuitos dedicados para os utentes convocados e que se apresentam para vacinação.

De salientar que foram definidos pela Task-force objetivos para a vacinação, sendo que a previsão seja de vacinar, pelo menos com uma dose, 70% da população até 8 de agosto, podendo garantir, desta forma, uma cobertura vacinal que permita o atingir os objetivos de Saúde Pública atrás identificados.

Volvidos 6 meses após o início do processo vacinal, importa fazer um ponto da situação relativamente ao número de inoculações e à cobertura vacinal no ACES Gerês/Cabreira.

ACES GERÊS/CABREIRA / 1ª DOSE VACINAÇÃO COMPLETA
Número de utentes vacinados 55 612 / 35 774
Cobertura vacinal (toda a população) 51,08% / 34,12%
* Dados referentes a 08/07/2021
** Total de inoculações administradas no ACES Gerês/cabreira – 91 386

Os dados apresentados indicam uma excelente cobertura vacinal no ACES Gerês/Cabreira, evidenciando o cumprimento do Plano de Vacinação conforme preconizado, o que muito nos orgulha enquanto Direção do ACES, no entanto, a obtenção destes resultados foi apenas fruto do contributo e esforço dos profissionais do ACES, que com enorme sentido de serviço público, de dedicação às suas profissões, de compromisso com os utentes, conseguiram que todas as adversidades no processo de vacinação fossem ultrapassadas, para que a região e o país possam o mais breve possível regressar a uma normalidade.

Vacinação na semana atual

Numa semana em que se previa grandes constrangimentos, devido ao aumento do ritmo de vacinação preconizado pela TF, os Centros de Vacinação do ACES Gerês/Cabreira trabalharam esta semana, sem filas de espera, mesmo em dias em que a capacidade de vacinação se excedia em 80%. Para isso foi necessário aumentar os recursos humanos e agilizar os procedimentos necessários.

Esta quarta-feira, estavam agendados pelo portal central e pelo agendamento local, um total de 1832 utentes para vacinação.

Para além destes, estamos a atender os que aparecem sem marcação. Os mais de 45 anos e os que necessitavam da segunda dose da Vaxzevria (ex-Astrazeneca), que estão a ser antecipadas das 12 para as 8 semanas de intervalo. Para esta quinta-feira, a previsão de atendimento é de 2458 pessoas. Para que se evitassem filas de espera, a acumulação de utentes e para que os serviços estivem dotados de capacidade de resposta, foi necessário aumentar os recursos humanos e agilizar os procedimentos necessários, com muitos profissionais a fazer turnos alargados, chegando às 12 horas de trabalho seguidas.

“De uma forma geral, ao longo de toda a campanha, os Centros de Vacinação do ACES Gerês/Cabreira têm funcionado muito bem. Tem sido um trabalho heroico por parte dos profissionais, que estão a dar o seu melhor, com o único objetivo de verem a população vacinada. Enalteço o esforço e dedicação de todos os profissionais que, desde o início da pandemia de COVID-19, têm pautado a sua atuação com rigor e espírito de missão em prol da segurança e bem-estar dos utentes, demonstrando uma atitude proativa na procura de soluções perante esta nova realidade e na resposta atempada às solicitações por parte da população.”, disse Nuno Oliveira, Diretor Executivo do ACES Gerês/Cabreira.

Comentários

topo