Braga

Arquidiocese de Braga já enviou para Moçambique mais de 500 mil euros

(c) ANSA
Partilhe esta notícia!

No âmbito da cooperação missionária com a Diocese de Pemba, em Moçambique, que se concretiza no projecto Salama!, a Arquidiocese de Braga já enviou para a paróquia de Santa Cecília de Ocua 522.648,03€.

“Pemba continuará a merecer o nosso carinho. Sabemos que a Província de Cabo Delgado, em Moçambique, continua a ser local de muitas mortes, de desalojamentos, destruição de residências e ocupação dos terrenos que alimentam aquelas populações. Queremos ser uma voz que defende aquelas populações”, refere o Arcebispo Primaz, D. Jorge Ortiga.

Em Agosto partem para Pemba dois voluntários, o Pe. António Faria e a missionária Fátima Castro. Só agora foi possível ultrapassar constrangimentos burocráticos impostos pela pandemia de Covid-19, que já no ano anterior impediram o envio de missionários. Há ainda dois contentores de materiais recolhidos prontos a serem enviados e que ainda não viram a sua partida pelas mesmas razões.

Nos últimos sete anos, a Arquidiocese de Braga já ajudou com cerca de 2 milhões e duzentos mil euros outras dioceses do mundo inteiro para as quais enviou intenções de missas (a celebrar, ou das plurintencionais), permitindo aos “sacerdotes um pouco de alento e serenidade”, explica o Arcebispo.

Comentários

topo