País

Emigrantes recebidos com vários conselhos na fronteira de Vilar Formoso

(C) LUSA
Partilhe esta notícia!

Os emigrantes que hoje entram em Portugal pela fronteira de Vilar Formoso, no distrito da Guarda, estão a ser recebidos com conselhos sobre os cuidados que devem ter para evitar incêndios, acidentes rodoviários e contágios por covid-19.

Em Vilar Formoso, no concelho de Almeida, decorre hoje mais uma edição da campanha de sensibilização rodoviária “Sécur’été 2021 – Verão em Portugal”, promovida até domingo pela associação de jovens lusodescendentes Cap Magellan, destinada aos emigrantes que se deslocam de carro a Portugal durante as férias de verão.

A iniciativa realizada na principal fronteira terrestre de Portugal contou, hoje de manhã, com a participação da secretária de Estado da Administração Interna, Patrícia Gaspar, e da secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes, entre outros responsáveis.

Na abordagem a uma família de emigrantes proveniente de França e com destino a Leiria, a secretária de Estado da Administração Interna deu as boas-vindas e deixou três “mensagens importantes”.

“Primeiro, segurança máxima na estrada, sempre com respeito pelas regras da segurança rodoviária, circulação, etc. Regras covid: estamos gradualmente num processo de desconfinamento, mas é importante manter todas as regras que já são sobejamente conhecidas, a etiqueta respiratória, distanciamento social, etc. E, por fim, se forem para os espaços rurais, zonas florestais, não utilizar fogo para evitar termos incêndios florestais e, assim, conseguirmos todos ter um verão em segurança. Pode ser?”.

Por sua vez, a secretária de Estado das Comunidades Portuguesas, Berta Nunes, deu as boas-vindas a um casal de emigrantes oriundos da Suíça e com destino a Cantanhede a quem perguntou se estava vacinado.

Como a resposta foi “sim”, reagiu dizendo que “então estão seguros”, desejando “que tenham umas ótimas férias e corra tudo bem”.

Aos jornalistas, a governante disse que os emigrantes foram informados para que “viessem vacinados, se tivessem essa possibilidade, porque é a forma mais segura de se protegerem a eles e aos seus familiares com quem certamente quererão estar” e que “tivessem o cuidado de cumprir as regras, para que toda a gente esteja segura, e que desfrutem das suas férias”.

Segundo o capitão David Martins, Comandante do Destacamento de Trânsito da GNR da Guarda, ao longo da manhã “o trânsito tem aumentado significativamente” na fronteira de Vilar Formoso, mas “não existem constrangimentos de trânsito”.

Referiu que a GNR não tem dados quantitativos, mas admitiu que, em relação ao ano passado, “existe um aumento” de entrada de emigrantes em Portugal, pela fronteira de Vilar Formoso.

“Comparativamente com anos sem pandemia, o trânsito não flui com essa intensidade, mas nota-se naturalmente um aumento significativo”, rematou.

Lurdes Abreu, da associação Cap Magellan, adiantou à Lusa que a campanha de sensibilização “Sécur’été 2021 – Verão em Portugal” dirige-se aos condutores, por reconhecer que a situação pandémica “reforçou o sentimento de segurança” dos emigrantes em relação às viagens de carro.

Comentários

topo