País

Fernando Pimenta conquista medalha de bronze em K1 1.000 nos Jogos Olímpicos

(C) LUSA
Partilhe esta notícia!

O canoísta Fernando Pimenta conquistou hoje a medalha de bronze em K1 1.000 metros nos Jogos Olímpicos Tóquio2020, a terceira medalha obtida por atletas portugueses, depois do bronze do judoca Jorge Fonseca e da prata da atleta Patrícia Mamona.

Este é um dos sonhos. Faltou o outro, de ser campeão olímpico. Dei o meu melhor neste ciclo olímpico, muito longo, com muita regularidade. De 2017 a mostrar que o Pimenta de 2016 era candidato à medalha, não consegui por coisas que não podia controlar. Só tenho de estar feliz”, declarou o atleta. “Ainda custa a acreditar e pôr os pés na terra.”

Acredito que é possível e continuo a querer ser campeão olímpico. Ter as três cores de medalhas. E vou estar cá para lutar por esse sonho e objetivo, conquistar mais êxitos para Portugal”, disse o atleta, na conferência de imprensa após a final dos Jogos Olímpicos.

Fernando Pimenta, de 31 anos, terminou a prova de K1 1.000 metros em 3.22,478 minutos, apenas atrás dos húngaros Balint Kopasz, 24 anos, novo recordista olímpico, com 3.20,643, e Adam Varga (3.22,431), de 21 anos.

“Sabia que aqui ia prevalecer muita juventude nestes Jogos Olímpicos, mas a idade é um posto, não é peso. Espero nos próximos Jogos continuar a lutar por pódios”, vincou.

O canoísta limiano recordou que este foi um ciclo olímpico “longo e muito difícil” e contou que esta medalha “vai servir para os ‘dias não’, para acreditar sempre que ‘é possível’, depois de tanta superação”.

“É continuar a trabalhar e a acreditar. Enquanto tiver este espírito, me sentir feliz a fazer o que faço… Enquanto tiver força física e mental, vou dar o meu melhor todos os dias para conquistar mais troféus para o nosso país”, confessou.

Comentários

topo