País

Chega contra mais dinheiro em bancos enquanto houver pensões de 300 euros

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

O Chega em comunicado informa que o partido será contra a injeção de dinheiro nos bancos enquanto em Porrugal, houver portugueses com pensões abaixo dos 300 euros.

Partido demonstra a sua posição

O partido escreve que “Os interesses ocultos, os “jobs” e todas as “trapalhadas” dos amigos do PS, PSD e seus “partidos satélites”, não podem continuar a levar à injecção de quantias perfeitamente abusivas de dinheiro na Banca que vai falindo e recuperando de tempos a tempos ao sabor de um “qualquer vento”, deixando o país num estado miserável, um rasto de “lesados” e um Povo em que por exemplo muitos dos seus idosos ou ex-combatentes recebem pensões que não chegam para sequer sobreviver quanto mais terem a merecida dignidade.
Enquanto houver pensões abaixo de 300 Euros, o CHEGA não aceitará que o Estado injete nem mais 1 euro na banca”.

Comentários

topo