Vila Verde

‘Erro processual’ obriga a novas eleições à junta de Esqueiros, Nevogilde e Travassós

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

Devido a um erro processual, a candidatura independente e única ‘Unidos por Esqueiros, Nevogilde e Travassós’ não poderá concorrer às próximas eleições autárquicas.

Vitor Mota, atual presidente da junta e candidato, aponta a “falhas de comunicação, impediu-nos de corrigir, dentro dos prazos legais, pequenas anormalidades apontados aos documentos apresentados em tribunal para formalização da nossa candidatura”, avança o Terras do Homem.

No dia 26 de setembro haverá apenas lugar à eleição para a assembleia de freguesia e municipal.

A atual Junta de freguesia continuará nas mães do atual executivo até à marcação de novo ato eleitoral.

Comentários

topo