Vila Verde

Vila Verde. Chega ‘reconquista’ Castelo da Nóbrega que Eurodeputado ‘ofereceu’

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

Em setembro de 2017 o Semanário V falou com os responsáveis do território do Município de Ponte da Barca que confirmaram que o castelo se encontra em território barquense. Segundo a engenheira responsável pelo departamento do território, a divisória já está delineada assim há alguns anos e está a cargo da Direção Geral de Território. No entanto, as cartas militares do exército provam o contrário.

Chega acusa Eurodeputado de ter oferecido ‘Castelo de Aboim’ à Ponte da Barca

As autoridades locais e a Câmara Municipal de Vila Verde deixaram que o território fosse apoderado pela Ponte da Barca e o Chega Vila Verde acusa o Eurodeputado, José Manuel Fernandes, de ser um dos mentores desta perda histórica para Vila Verde. Em vídeo publicado o candidato do Chega fala em “Castelo em ruinas mas que voltará a seus donos em breve. O CHEGA Vila Verde não perdoa a traidores e o eurodeputado e candidato moral pelo partido PSD a Vila Verde sabe do que falo. Estejam atentos aos próximos capítulos desta traição feita ao povo de Aboim da Nóbrega e a todos vila-verdenses. Castelo que por esse Sr. foi oferecido à Ponte da Barca sem a aprovação da população. O marco será reposto no seu devido lugar”.

Fernando Silva (Feitor) Chega coloca tarja de “Aqui é Vila Verde”

Fernando Silva do Chega Vila Verde, candidato à Câmara Municipal de Vila Verde, tal como tinha prometido há pouco mais de um mmês, voltou ao local das ruínas do Castelo de Nóbrega, e colocou uma tarja onde se pode ler “Aqui é Vila Verde”.


“Por agora, um cartaz, que foi posto quarta feira para recordar as pessoas que aqui é Aboim da Nóbrega -Vila Verde. Miradouro do Castelo de Aboim e não Miradouro do Castelo de Sampriz – Ponte da Barca como alguns querem fazer crer”, escreve Fernando Silva em comunicado.

Fernando Silva volta a atacar José Manuel Fernandes: “Que ofereça o que é dele”

“O Eurodeputado José Manuel Fernandes, quando quiser oferecer propriedades à Barca que ofereça o que é dele. Com o CHEGA a governar Vila Verde, requalificaremos o acesso direto a este local pela parte de Aboim e recolocaremos o marco no seu devido lugar. O seu a seu dono. Quem não cuida dos bens do Concelho não é benfeitor e não pode ocupar cargos na CMVV, nem de perto nem à distância”, escreve Fernando Silva (Chega) tal como tinha avançado o Semanário V em primeira mão.

Comentários

topo