Música

4.ª edição do ecofestival ‘Soundville’ nas margens do Rio Neiva arranca sexta-feira

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

Depois do interregno forçado no ano passado, a edição de 2021 assume um formato essencialmente virtual com a transmissão em streaming dos concertos, mas também conta com uma componente presencial simbólica com cerca de uma centena de espetadores. De sexta-feira até domingo, há concertos na Azenha das Pesqueiras, entre Barroselas (Viana do Castelo) e Durrães (Barcelos). Noiserv, JP Simões e HHY & The Macumbas são alguns dos artistas confirmados.

Na sexta-feira, o evento arranca com a apresentação de “Onde ser é estar”, trabalho de som e vídeo da autoria de Frederico Dinis destinado à abertura do ecofestival. Para fechar a primeira noite, há concertos da compositora sueca Lisa Wanloo e HYY & The Macumbas. No sábado, há espetáculos de Ghost Hunt e JP Simões, enquanto, no domingo, o festival fecha com José Valente e Noiserv.

Festival ‘Soundville’ de regresso às margens do rio Neiva entre Barroselas e Durrães

O festival é organizado pelo Núcleo de Apoio às Artes Musicais (NAAM) e pelo Futebol Clube Lírio do Neiva desde 2017.

Um ecofestival em harmonia com a biodiversidade do rio Neiva

O Soundville dispõe de vários espaços orgânicos em harmonia com a espetacular biodiversidade do rio Neiva. Há água potável gratuita, as louças são reutilizáveis, a iluminação tem máxima eficiência energética, as casas de banho são ecológicas e todos os resíduos são separados, reciclados e valorizados. A ideia é a reversão da pegada ambiental do evento, promovendo o rio Neiva e conservando o património existente.

As entradas são limitadas e custam 5€ por dia. Os bilhetes não serão vendidos à porta, sendo apenas disponibilizados para compra antecipada aqui.

Comentários

topo