Viana do Castelo

Ex-aluno do ‘IPVC Viana’ ajuda pessoas com deficiência a ver o mundo com legendas

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

Projeto “Ouver” foi criado por ex-aluno de Design do Produto do Instituto Politécnico de Viana do Castelo, que é um dos fundadores do grupo DevelopKings, constituído por mais três ex-alunos do mesmo curso

Ex-aluno do Politécnico de Viana do Castelo ajuda pessoas com deficiência auditiva a ver o mundo com legendas

Uma App e um monóculo VR criados por Emanuel Ferreira, alumnus de Design do Produto da Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTG) do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC) e um dos fundadores do grupo DevelopKings, vão ajudar pessoas com deficiência auditiva a ver o mundo com legendas. O protótipo já foi testado e comprovado e nas próximas duas semanas será disponibilizado gratuitamente. Mas o projeto “Ouver” (ouvir+ver) não se fica por aqui. Segue-se o contato com associações de apoio a pessoas com deficiência auditiva e instituições de ensino superior para continuar a aperfeiçoar o protótipo. Devido ao custo reduzido, Emanuel Ferreira está também a desenvolver uma App de tradução.

O projeto “Ouver” (ouvir+ver) surgiu quando Emanuel Ferreira percebeu as dificuldades, sobretudo em tempos de pandemia, de uma colega de trabalho, que tem deficiência auditiva. “Decidi fazer algo para ajudar. Investiguei no âmbito da realidade aumentada e consegui criar um monóculo, que com a ajuda da App no telemóvel converte a fala em texto e o texto é apresentado no monóculo”, explicou Emanuel Ferreira, destacando que nesta fase o objetivo é tornar o projeto acessível a todos.
A parte eletrónica “está concluída” e a aplicação “já está 100% funcional”, sendo que o protótipo já foi testado e o conceito está comprovado. “Vamos disponibilizar a aplicação, a listagem do material necessário e um guia de como montar e usar”, adiantou o responsável pelo projeto, garantindo que “qualquer pessoa pode comprar o material e com um simples tutorial pode fazer o monóculo e utilizar”.
Esta aplicação e monóculo são apenas o início do projeto, que Emanuel Ferreira quer que esteja acessível a todos. “A mais-valia do projeto é que uma pessoa com deficiência auditiva pode ver o mundo com legendas apenas pelo custo de uma ida ao cinema”, referiu.
O alumnus adiantou que “mais à frente” o objetivo é “entrar em contato com associações de apoio a pessoas com deficiência para adaptar ainda mais o protótipo às necessidades das pessoas surdas e com as instituições de ensino superior para melhorar as funcionalidades do projeto”. Isto será apenas o início, porque este projeto não irá ser destinado apenas para pessoas com deficiência auditiva. “Devido ao seu custo reduzido estamos a desenvolver agora uma APP de tradução. Já imaginou o que é viajar num mundo legendado”, questionou.

A Developkings reúne alumni de Design do Produto do IPVC

O ex-aluno de Design do Produto da ESTG- IPVC é um dos fundadores do DevelopKings, constituído por mais três alumni de Design do Produto: Ricardo Fonseca, Emanuel Maia e Luís Castro.
Criado em 2015 por Emanuel Ferreira e por Ricardo Fonseca como um grupo de design, o Developkings pretende expor ideias e conceitos que merecem ser partilhados em vez de ficar na gaveta por diversos motivos. “É um grupo onde partilhamos técnicas e tecnologias que vamos desenvolvendo e tentar provocar a discussão de temas que podem melhorar a condição humana”, justificou.
Atualmente estes alumni do IPVC vivem em diferentes países: um em Portugal, um em Espanha, um na Alemanha e um na Índia.

Comentários

topo