Vila Verde

Vila Verde. Num ano faturou 2 milhões à Câmara. Agora faz parte da “caravana” do PSD

Partilhe esta notícia!

Júlia Fernandes, atual vereadora na Câmara Municipal de Vila Verde e candidata à liderança da mesma pelo PSD, anda este domingo com a sua “mega-caravana” pelas freguesias do concelho em campanha às eleições autárquicas que se avizinham.

A candidata social-democrata registou e partilhou o momento nas redes sociais: “Andamos em caravana pela zona norte do nosso concelho. O apoio, os sorrisos e a alegria que me devolvem, confirmam que estamos no caminho certo para continuar a trabalhar por Vila Verde. Da parte da tarde, continuamos pela zona sul do concelho, com início às 14 horas, no Estádio Municipal de Vila Verde.”

São vários os apoiantes que se fizeram deslocar a acompanhar a “caravana” nas suas viaturas particulares, mas também em algumas pertencentes às suas empresas. Uma delas, que merece especial destaque, pertence à empresa Prodígipadrão – Construção Lda, com sede no concelho, em Carreiras Santiago. De acordo com o portal Base.Gov, desde junho de 2020 faturou quase dois milhões de euros à autarquia vila-verdense (1.562.805,03€ + IVA = 1.922.250,19€) em obras públicas.

A Prodígipadrão já executou projetos para o município como a empreitada de redes de abastecimento de água em Prado S. Miguel, Gomide e Barros, requalificação urbanística da Rua Luís Vaz de Camões, a construção da Ecovia do Cávado – troço Mirante-Portocarrero, pavimentação de diversas Estradas e Caminhos Municipais, execução de ramais de abastecimento de água e drenagem de águas residuais, a execução de passeios entre a ER 205 e o Cruzeiro de Cervães e no restabelecimento de ribeiro e pontão no lugar de Passos, em Sande – Vila Verde.

Segundo publicação do Portal da Justiça, a Prodígipadrão pertence a Tiago Daniel Cunha Pereira e a Adelino dos Santos Pereira, de Carreiras S. Tiago.

Na mega-caravana, Júlia Fernandes contou ainda com o apoio do seu marido, o euro-deputado José Manuel Fernandes.

Foto: Facebook de Júlia Fernandes

Comentários

topo