Braga

PAN Braga alerta: “Agricultura foi esquecida nos programas do PS e PSD”

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

O candidato do PAN à Câmara Municipal, Rafael Pinto e o candidato à Assembleia, Tiago Teixeira, visitaram esta terça-feira o Banco Português de Germoplasma Vegetal, em Merelim.

A visita teve como objetivo conhecer a ação desta instituição que preserva mais de 47 mil sementes de espécies comestíveis. Segundo o candidato, “Este banco faz um trabalho notável na garantia da alimentação em situações de catástrofes naturais ou pragas. Além disso, é essencial na adaptação da produção de alimentos às alterações climáticas”.

À margem da visita, Rafael Pinto alertou: “Não existe uma única referência à agricultura nem no programa da coligação Juntos por Braga nem no do PS. Também no que toca à floresta existe apenas uma menção no programa da coligação”, acrescentando, “Para nós, isto é inaceitável, sabendo que mais de metade da área do concelho é agrícola ou florestal”.

Para o PAN Braga “Através das políticas agrícolas podemos desenvolver a economia, melhorar a saúde da população e combater as alterações climáticas”, propondo mais apoios para produtores locais, produção de frutas, vegetais, cereais e leguminosas, “especialmente em regime de agricultura biológica e regenerativa”. defende o candidato.

Entre outras propostas para o setor o PAN Braga defende a criação uma rede de partilha dos excedentes agrícolas com vista a reduzir o desperdício alimentar, bem como a elaboração da Estratégia Municipal de Combate ao Desperdício Alimentar; promover a criação de uma Feira de Produtos Biológicos e a granel; promover uma rede de hortas urbanas biológicas; criar hortas em todas as escolas; e privilegiar os produtores locais nos contratos públicos.

Apostar no desenvolvimento de agroflorestas; finalizar o cadastro da propriedade florestal e criar um programa municipal de incentivo à plantação de árvores autóctones são também apostas do PAN para a área florestal do concelho.

Comentários

topo