Vila Verde

José Morais cumpriu a última reunião como vereador: “8 anos de trabalho árduo”

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

José Morais cumpriu a sua última reunião como vereador do Partido Socialista de Vila Verde e, em comunicado, deixou palavras de agradecimento a todos os que acompanharam durante a sua caminhada no PS de Vila Verde.

Comunicado na íntegra de José Morais:

Hoje é a última reunião de câmara em que participo. Foram oito anos de trabalho árduo. Se houve vezes em que nós, os sete membros do executivos, estivemos de acordo, noutras não.

Nada de anormal, uma vez que em democracia é natural haver projetos distintos e formas diferentes de encarar a política. Apesar destas discordâncias, tentei sempre cumprir a minha função de líder da oposição de forma construtiva, leal, frontal, séria, com determinação, mas sempre dentro das regras da democracia. Acredito que todos o tentamos fazer.

Fiz milhares de quilómetros e fiz inúmeras reuniões, retirei muitas horas profissionais e familiares para as dedicar ao serviço da autarquia. Tentei honrar a confiança dos mais de 10.000 mil Vila-verdenses que votaram na lista que com orgulho encabecei em 2017. Com humildade julgo poder dizer que honrei esse compromisso.

Quero reafirmar o que acabei de dizer. Nunca me escondi e quando estive em desacordo, fi-lo sempre dando a cara pelas minhas opiniões. Tenho consciência que afrontei vários interesses instalados e sei que isso provoca reações, as quais são muitas vezes violentas. Mas como tinha a minha consciência tranquila e não tenho “rabos de palha” nunca me acobardei. Não posso deixar de sublinhar a forma covarde como muita gente exerce a atividade política atirando a pedra e escondendo a mão, promovendo intrigas, escondendo a cara, levantando falsos testemunhos, fazendo correr boatos.

Eu e a minha família fomos por diversas vezes alvo dessa covardia. Fomos insultados e chegou mesmo ao ponto de termos sido ameaçados de morte. A bem da democracia, os processos estão a decorrer na justiça. E quero que fique claro que não acuso nenhum dos presentes desta situação, pois acredito sinceramente que não se revêm nesta forma de estar na vida.

Enquanto aqui estive na câmara, sem ordenado, apenas me moveu uma coisa: defender intransigentemente os interesses do Concelho e os interesses dos Vila-verdenses. Fi-lo com um amor imenso pelas nossas gentes e uma grande paixão pela nossa terra. Não regateei esforços e mesmo quando foi necessário escolher entre estar ao lado da câmara, defendendo os dos interesses do concelho, ou estar ao do meu partido, a minha escolha, sem qualquer hesitação, foi sempre Vila Verde. Isso às vezes traz alguns amargos de boca e muitas incompreensões, mas se fosse hoje voltaria a fazer o mesmo.

Há quem pense que os interesses do seu partido devem estar à frente dos interesses da sua terra. A esses eu digo-lhes, como se diz na gíria, “temos pena, mas a nossa Terra é mais importante do que qualquer partido”. Diria mesmo que a única coisa que importa nesta nossa função de autarca, é Vila Verde e os Vila-verdenses.

As nossas discordâncias pessoais aqui não são importantes. Importante é o desenvolvimento do nosso concelho e o bem-estar dos nossos concidadãos. Apesar de pensarmos muitas vezes de forma diferente, quero acreditar que todos nós, os sete, que aqui estivemos, durante quatro anos, queremos o bem da nossa terra. Claro que temos visões diferentes, mas como disse, isso é a democracia. Foram quatro anos duros mas sem qualquer dúvida posso dizer “valeu a pena”.

Dentro em breve iniciar-se-á um novo mandato. Aproveito esta última reunião para desejar aos que cá continuarão as maiores felicidades e sucessos no desempenho da vossa função, quer seja a liderar o executivo quer seja na oposição. Os vossos sucessos serão o sucesso da nossa Terra e isso é a única coisa que verdadeiramente interessa.

Aos que como eu sairão da atividade política ativa, desejo os maiores sucessos na vossa vida pessoal e profissional.

Permitam-me uma referência especial aos meus colegas de partido Luís Castro e Cláudia Pinto, deixando-lhes um muito obrigado por estes anos de trabalho, pela colaboração, empenho e lealdade ao projeto que apresentamos. Muito obrigado, mesmo!

Ao Dr. Martinho Gonçalves, e a todos os que integraram a lista à Assembleia Municipal, deixo também a minha enorme gratidão.

Aos muitos candidatos e membros das Assembleias de Freguesia, continuem esse trabalho. Defendam intransigentemente as vossas aldeias. Muito obrigado a vós!

A todos colaboradores do Município de Vila Verde, muito obrigado pelo profissionalismo com que exercem funções.

A todos os membros do executivo, sem exceção, quero desejar-vos as maiores felicidades na vossa vida pessoal.

Comentários

topo