Amares

ISAVE promoveu sessão solene de abertura do novo ano letivo em Amares

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

A cerimónia revestia-se de particular simbolismo por se tratar da primeira sessão pública desde que o ISAVE tem uma nova entidade instituidora, a SINTDEI (Sociedade Internacional de Desenvolvimento, Ensino e Investigação, Lda.).

Aberta a sessão por Susana Oliveira, responsável pelos Serviços Académicos, usou da palavra Bruno Ravaz, em representação do Conselho de Direção, que, depois de saudar o auditório, destacou, como eixos essenciais da atuação da nova entidade, a continuidade do projeto, a abertura ao mundo – tratando-se de uma escola que se quer europeia – e um desenvolvimento que beneficie estudantes, colaboradores, parceiros e a região.

João Luís Nogueira, Diretor Executivo, dirigiu-se aos estudantes exortando-os a serem exigentes com a instituição, salientando a necessidade de mudança para uma ambição renovada no sentido de manter e reforçar uma formação de excelência.

Pertenceu a Fausto Amaro, novo Presidente do ISAVE, a intervenção mais indiciadora do novo rumo a seguir. Depois de destacar o trajeto de sucesso da instituição, apontou a necessidade de aumentar o número de estudantes e de licenciaturas, de instituir mestrados em áreas de impacto para a região e de apostar na componente da formação ao longo da vida. O incremento de parcerias, o contributo para o desenvolvimento local, uma aposta mais consistente na inserção profissional dos diplomados e a abertura a estudantes de todas as nacionalidades foram outras ideias defendidas por aquele responsável.

Artur Pinheiro, Presidente da Associação de Estudantes, depois de desejar felicidades ao novo conselho de direção, defendeu a implementação de um estatuto do cuidador informal para os estudantes e a premência de um maior investimento nas instalações e equipamentos e do aumento da oferta residencial para os estudantes deslocados.

Raquel Sousa, em representação do Presidente da Câmara Municipal de Amares, referiu que a autarquia está aberta a toda a colaboração com o ISAVE, cujo projeto é motivo de orgulho para o município. Aos estudantes que, em virtude dos seus estudos, pela primeira vez chegam ao concelho, endereçou uma saudação muito particular.

Ponciano Oliveira, administrador da ARS – Norte, orador convidado, começou por elogiar a oferta formativa do ISAVE, que vai ao encontro da realidade sociológica do território em que se insere, defendendo a importância da assertividade de ofertas formativas que, nas áreas mais periféricas, contribuam para fixar pessoas, dando resposta as necessidades existentes e tendo em consideração os equipamentos disponíveis. O envolvimento de diferentes parceiros e instituições para dar resposta aos problemas das comunidades foi outra das ideias fortes defendida por aquele responsável.

O programa terminou com a atuação, muita aplaudida, da ISATUNA no espaço exterior das instalações do ISAVE.

Comentários

topo