País

PSP deteve 16 pessoas e apreendeu 32 armas em operação

(c) LUSA
Partilhe esta notícia!

A PSP deteve 16 pessoas e apreendeu 32 armas e meia tonelada de explosivos numa operação para detetar situações ilícitas relacionadas com a posse e venda de armas, munições e explosivos, indicou hoje aquela polícia.

Em comunicado, a Polícia de Segurança Pública precisa que realizou, entre os dias 30 de setembro e 01 de outubro, em todo o país, uma operação policial denominada ARMEX 2021, dedicada à prevenção e deteção de situações ilícitas relacionadas com a posse e venda de armas, munições, explosivos e artigos pirotécnicos e similares.

Segundo a PSP, foram realizadas 92 ações de fiscalização que visaram 36 armeiros, 13 pedreiras, cinco pirotecnias e dois campos de tiro e carreiras de tiro.

Esta força de segurança avança que, durante a operação, foram detidas 16 pessoas, quatro das quais por posse de arma proibida, e registados 18 autos de contraordenação, além da apreensão de material.

Entre o material apreendido, a PSP destaca 32 armas de fogo e brancas, 3.145 munições de diversos calibres, 531,5 quilogramas de produto explosivo, 220 metros de rastilho, 36 detonadores e 262 artigos pirotécnicos.

A PSP refere que a operação envolveu cerca de quatro centenas de polícias pertencentes aos comandos territoriais e Departamento de Armas e Explosivos, contando também com o reforço e apoio técnico da Centro de Inativação de Engenhos Explosivos e Segurança em Subsolo da Unidade Especial de Polícia, que exerceram as competências de fiscalização policial e investigação criminal, relacionadas com as competências específicas da PSP de licenciamento e fiscalização de armas, munições, explosivos e pirotecnia.

Com esta operação, a Polícia de Segurança Pública associou-se à celebração do Dia Internacional da Não Violência, promovido pelas Nações Unidas a 02 de outubro, considerando que as armas ilegais poderão ser um meio para potenciar e incrementar violência.

Comentários

topo