Braga

Jovens de Braga entre os finalistas de prémio de cursos profissionais de todo o país

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

Jovens de Braga estão entre os finalistas de diversos cursos profissionais de todo o país que vão apresentar, a 14 de outubro, os seus projetos de empreendedorismo a um júri nacional que selecionará os 5 melhores do país.

Na 6ª Edição do Concurso “A Melhor PAP Nacional Geração+”, Braga estará representada por quatro jovens da Escola Profissional de Braga (EPB) e um aluno da Escola Profissional Profitecla (pólo de Braga). Inês Marques, finalista do Curso de Secretariado da EPB irá apresentar o seu projeto Diamonds Events – Construção de uma empresa de organização de eventos. Também, Duarte Sá e João Ribeiro, finalistas do Curso de Eletrónica, Automação e Comando, e João Carvalho do Curso de Design Gráfico, irão submeter a um júri nacional, os seus projetos – Simulação de Fábrica e Segpah Fotografia e Vídeo (que envolve a criação de uma empresa), respetivamente. Por seu lado, Tiago Gomes, finalista do Curso de Turismo da Profitecla Braga irá apresentar o seu projeto Bracara The Farri Invasion.

A iniciava “A Melhor PAP Nacional Geração+” realiza-se no próximo dia 14 de outubro, onde os finalistas de diversos cursos profissionais, provenientes de todo o país, apresentam em livestreaming a partir do Paço dos Duques em Guimarães, os seus projetos a um júri nacional que selecionará os 5 melhores do país. O autor da melhor PAP selecionada pelo júri nacional será premiado com o “Prémio Rumos Education” de 1000 Euros. Aos autores das 4 PAP’s nas categorias de Criatividade e Inovação, Sustentabilidade, Apresentação/Comunicação e Prémio de Júri é atribuído o prémio no valor de 500 Euros a cada categoria. Aos restantes participantes serão atribuídas menções honrosas.

O “Concurso A Melhor PAP Nacional” tem por objetivo escolher e premiar em cada ano letivo, as cinco melhores Provas de Aptidão Profissional (PAP) de todas as Escolas Profissionais da Subholding Rumos Education, nomeadamente Escola Profissional de Tecnologia Digital (Escola Digital), Escola Profissional Ruiz Costa (eRC), Escola Profissional de Braga (EPB) e Escola Profissional Profitecla (Profitecla).

A elaboração destas provas de aptidão profissional é fundamental para que os alunos coloquem em prática os conhecimentos e competências que adquiriram durante a formação, ao mesmo tempo que têm contacto com a realidade empresarial, sendo atribuição do prémio um reconhecimento ao seu talento e um incentivo ao empreendedorismo jovem no nosso país.

“As Provas de Aptidão Profissional são provas elaboradas por alunos do Ensino Profissional, em fase final de formação, para completarem o curso profissional. A elaboração destas provas de aptidão profissional é fundamental para que os alunos coloquem em prática os conhecimentos e competências que adquiriram durante a formação, ao mesmo tempo que têm contacto com a realidade empresarial”, explica António Ruão, diretor-geral da Rumos Education.

A escolha das PAP’s que vão a concurso nacional é da responsabilidade de cada instituição escolar ou polo (no caso da Profitecla). Posteriormente, o júri selecionará 5 das 14 PAP’s a Concurso de acordo com diferentes critérios – Estruturação do Projeto, Expressão Escrita, Criatividade/Inovação, Pertinência do projeto, Viabilidade do projeto, Apresentação Final/Defesa. Às outras quatro PAP’s serão atribuídos os prémios de abordo com as seguintes categorias – Prémio Criatividade/Inovação, Prémio Sustentabilidade do Projeto, Prémio Apresentação, Prémio do Júri.

O júri nacional que selecionará 5 das 14 PAP’s a Concurso será formado por 5 jurados – elementos de entidades parceiras e vencedores de edições anteriores.

Comentários

topo