Vila Verde

Santa Casa de Vila Verde cumpre minuto de silêncio pelas vítimas da Covid-19

(c) Santa Casa de Vila Verde
Partilhe esta notícia!

A jornada em memória das vítimas da covid-19 começou na quinta-feira com centenas de iniciativas por todo o país que se estenderam até o passado domingo pelas 14h00.
Em resposta ao desafio colocado pelo manifesto “Memória e Esperança”, promovido por um grupo de 100 pessoas de várias áreas e que recebeu o apoio do Presidente da República, foram realizadas centenas de iniciativas, sobretudo, nas escolas, mas também nas juntas de freguesia.

O grupo que apresentou esta proposta é composto por pessoas de várias áreas, figurando entre elas músicos, atores, escritores, médicos, políticos, jornalistas, juristas, entre outros.
Em Vila Verde a Santa Casa da Misericórdia uniu-se a este movimento com o cumprimento de um minuto de silêncio pelas vítimas da Covid-19 de Vila Verde e de todo o mundo.
As crianças do Colégio Dom João de Aboim e do Infantário, com a presença das respetivas equipas e do Provedor Bento Morais, cumpriram escrupulosamente o minuto de silêncio e no final bateram uma salva de palmas por todos os profissionais de saúde envolvidos do combate à pandemia.

“Foi um momento especial. Sabemos o que foram estes últimos meses e a nossa instituição esteve e está no combate à pandemia com uma fantástica equipa, dedicada à causa social e da saúde. É por eles e por todos os que faleceram vítimas deste flagelo que nós, unimos o nosso pensamento e memória. As crianças são o futuro e foram muito bem comportadas e entenderam esta mensagem especial a todas as famílias que perderam entes queridos.
Mais de 100 crianças formaram um coração gigante no campo de jogos da Santa Casa de Vila Verde que quis simbolizar a esperança e o amor depositado por cada colaborador às crianças, utentes e doentes durante a pandemia de Covid-19.

Comentários

topo