Região

Funcionários da Câmara de Caminha suspeitos de aumentar o próprio salário

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

A Câmara Municipal de Caminha vai apresentar uma queixa-crime contra três funcionários suspeitos de terem recebido milhares de euros em salários indevidos, nos últimos dois anos. Já foram suspensos, avança o Correio da Manhã.

Segundo avança a mesma fonte, a câmara de Caminha explica que os trabalhadores em causa terão manipulado o sistema de processamento de vencimentos, conseguindo receber “todos os meses – pelo menos desde setembro de 2019 – transferências de dinheiro da autarquia de montantes muito superiores ao salário”. Em setembro cada um dos três funcionários recebeu 3500 euros acima do vencimento, conclui o Correio da Manhã.

Comentários

topo