Vila Verde

Misericórdia de Vila Verde concede título de irmão honorário a Bernardo Reis

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

A Mesa Administrativa e o Definitório da Santa Casa da Misericórdia de Vila Verde reuniram para discussão e aprovação do plano de atividades e o orçamento para 2022, o qual foi aprovado por unanimidade após apresentação a todos os dirigentes. Nesta reunião foi também aprovado um voto de louvor, por unanimidade, para Bernardo Reis, provedor da Santa Casa da Misericórdia de Braga. “Foi-lhe ainda concedida a dignidade de Irmão Honorário da instituição pelo trabalho e dedicação a esta Irmandade e a todas as Misericórdias. Humanista, aberto à cultura e à investigação, visionário e homem de ação, Bernardo Reis foi assim reconhecido pela Santa casa de Vila Verde e conta com a admiração dos representantes das mais importantes instituições da região e do país.

Na reunião da Mesa Administrativa da Santa Casa da Misericórdia de Vila Verde, o provedor Bento Morais, manifestou a imensa dívida de gratidão para com Bernardo Reis, caracterizando-o como uma pessoa rara, daquelas que fazem falta a qualquer território enaltecendo o seu trabalho na área social, que deixa um legado em Braga e na região, sendo um ilustre vilaverdense.

Bernardo Reis fez parte do Conselho Fiscal da Santa Casa da Misericórdia de Braga durante três anos, assumindo o cargo de vice-provedor em 2003, ano em que se aposentou, passando, posteriormente, a Provedor, em dezembro do mesmo ano, cargo que assume até hoje.

Membro ativo da Direção Nacional da União das Misericórdias Portuguesas ao longo de seis anos, assume ainda hoje a responsabilidade pela área do Património, vertente em que muito tem contribuído para a recuperação, divulgação e preservação do património das misericórdias. A este nível apostou na criação de núcleos museológicos, centros interpretativos, exposições, revistas e boletins, tendo sido o responsável pela primeira revista e pelo primeiro boletim da Misericórdia de Braga.

Comentários

topo