País

Funcionários públicos vão fazer “uma grande greve” na sexta-feira

(C) LUSA
Partilhe esta notícia!

O líder da Frente Comum de Sindicatos da Administração Pública, Sebastião Santana, afirmou hoje que os trabalhadores vão fazer “uma grande greve” na sexta-feira, em protesto contra a atualização salarial de 0,9% proposta pelo Governo.

“Uma coisa é certa: dia 12 será uma grande greve da Administração Pública”, afirmou o dirigente sindical no final de uma ronda negocial com a equipa do Ministério da Modernização do Estado e da Administração Pública, em Lisboa.

Na reunião, o Governo confirmou que vai avançar com uma atualização salarial de 0,9% para todos os trabalhadores da Administração Pública, um valor considerado “absolutamente insuficiente” pela Frente Comum.

Sebastião Santana disse que, além dos salários, o Governo “pode”, mas “não dá resposta a um conjunto de problemas”, como a atualização do subsídio de alimentação, a contagem de tempos de serviço de algumas carreiras, dos precários ou a revisão do sistema de avaliação de desempenho (SIADAP).

Em 2021, houve aumentos de 20 euros na remuneração base da função pública, para os 665 euros, de modo a ficar igual ao salário mínimo nacional, e em 10 euros para os salários que se situavam entre os 665 e os 791,91 euros.

Nos últimos 12 anos, apenas em 2020 houve aumentos para todos os trabalhadores da Administração Pública, de 0,3%, em linha com a inflação.

Para dia 15 está marcada uma nova reunião entre o Governo e os sindicatos da Administração Pública.

Comentários

topo