Vila Verde

Vila Verde. Maria salva crias em cadela ‘prenha’ que morreu atropelada na Lage

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

Maria Carvalho, feirante de profissão, residente na freguesia da Lage, concelho de Vila Verde, depois de uma cadela que era da família ser atropelada na rua, a “Isaura”, que estava prenha de três crias, entra em ação a Maria, que ao ver o estado em que a cadela ficou, pegou nela e como viu que já nada podia fazer pela mesma, pois a cadela já não reagia, ao ver as crias a mexerem-se na barriga do animal atropelado, colocou mãos à obra e fez-lhe uma cesariana (sem qualquer formação para isso).

Nascidas as crias, como ainda estavam fora de tempo, levou-as ao veterinário para ver o que se podia fazer para salvar os pequenos. No veterinário indicaram o que poderia fazer para tentar salvar os mesmos e assim foi. Alimentados a biberão, horários definidos, saídas noturnas, comida, e a verdade é que a Lili, o Tomás e o Kiko hoje estão vivos, as três crias, saudáveis e tudo graças à coragem e ato de bravura da Maria Carvalho quando o mais fácil seria não fazer nada.

O Kiko já tem um novo lar, a Lili e o Tomás ficaram na casa da “mãe” onde ganharam duas madrinhas, as duas netas da Maria, neste caso Matilde que é madrinha do Tomás e a Francisca que é madrinha da Lili.

Um história para recordar onde a Dona Maria assume papel de “heroína”.

Comentários

topo