País

Família de homem morto por carro de Cabrita recebe ‘apoio’ de 259 euros/mês

(C) LUSA
Partilhe esta notícia!

Cinco meses depois do atropelamento mortal na A6, pela viatura onde seguia o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, do inquérito nada se sabe. Segundo avança o Correio da Manhã a família de Nuno Santos, de 43 anos, que morreu a 18 de junho, recebe uma pensão de sobrevivência da Segurança Social de 259,91 euros por mês – 173,27 € para a viúva Marta e 43,32 € para cada uma das duas filhas.

Hoje, Eduardo Cabrita disse que ouve “muitos absusdos sobre o acidente”, e não quis falar sobre o assunto aos jornalistas.

Comentários

topo