Braga

Mãe de Rui Pedro inaugurou presépio vivo de Priscos ‘com muita emoção’

(C) Município de Braga
Partilhe esta notícia!

O maior presépio ao vivo da Europa abriu hoje as portas com uma mensagem de esperança para as famílias que vivem o drama de terem crianças desaparecidas. A inauguração do evento contou com a presença de Filomena Teixeira, mãe de Rui Pedro, um jovem desaparecido há 23 anos, acompanhada pelo presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio e pelo Arcebispo Primaz, D. Jorge Ortiga.

Fotos: Município de Braga

São cerca de 800 os participantes que dão vida a uma história sempre antiga e sempre nova. É um espaço com cerca de 30.000 m2 de ocupação e com mais de 90 cenários, com referência às culturas egípcia, judaica, romana, assíria, grega e babilónica. Não faltam muitos dos ofícios que existiam no tempo de Jesus

O maior presépio ao vivo da Europa poderá ser visitado das 15h00 às 18h30 horas, nos dia 12, 19 e 26 de Dezembro. Já em Janeiro, as portas abrem nos dias 2 e 9, das 15h00 às 18h30 horas, e no dia 8, das 20h00 às 22h30 horas.

Nesta edição as entradas terão um custo solidário. A entrada é gratuita até aos 16 anos de idade. Os restantes ingressos gerais custam cinco euros, os maiores de 65 anos pagam quatro euros.

Comentários

topo