Vila Verde

Concelhia do PS de Vila Verde solidária com Joaquim Barreto e Anabela Real

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

Líderes das Concelhias do PS solidários com Joaquim Barreto e Anabela Real, com os órgãos distritais e nacionais, repõem a verdade e repudiam declaração pública de Miguel Costa Gomes em comunicado enviado à redação do Semanário V.

Em face do comunicado tornado público pelo Presidente da Concelhia de Barcelos do PS Miguel Costa Gomes, os Presidentes de todas as Concelhias do Distrito reagiram ao comunicado repudiando o seu conteúdo, com o objetivo de repor a verdade e manifestando solidariedade com a decisão dos Presidente da Federação, Joaquim Barreto, dos órgãos distritais e com a candidata que representa o Concelho de Barcelos, Anabela Real.

Os signatários do documento acusam Miguel Costa Gomes de não estar a prestar ao PS um bom serviço

“Os signatários do documento acusam Miguel Costa Gomes de “não estar a prestar ao PS um bom serviço pois esperava-se dele que, em tempos de unidade e de luta coletiva, não imperassem interesses individuais” explicando que a “federação de Braga, legitimada pelo voto dos militantes de todo o distrito, construiu esta lista dentro dos poderes que lhe são próprios num processo reconhecido e apoiado, até por aqueles que disputaram diretamente com ele eleições internas.”
Recorde-se que a lista apresentada e sufragada em comissão política distrital do Partido Socialista contou com o apoio de 72% da Comissão Política Distrital e de acordo com os Presidentes das Comissões Políticas “este apoio inequívoco baseia-se na forma participada que sustentou as escolhas e num incansável trabalho de proximidade e diálogo levado a cabo pelo Presidente da Federação Joaquim Barreto. Este diálogo e esta proximidade consubstanciaram-se não só na auscultação das concelhias, das estruturas das Mulheres Socialistas e da Juventude Socialista que aprovaram a lista apresentada, mas também num comprovado diálogo com as diversas tendências que se apresentaram aquando da disputa distrital.”

Por isso, no documento assinado por 13 dos 14 Presidentes das Concelhias lê-se que “não pode o Presidente da Concelhia de Barcelos arrogar-se no direito de impor ao distrito o seu pensamento único quando a solução encontrada respeita o peso da sua Concelhia e vai buscar a candidata mais votada num processo eleitoral interno onde estavam em causa mais 5 opções. Barcelos, como todo o distrito, está representado e bem representado e estamos conscientes de que os socialistas e os cidadãos barcelenses saberão reconhecê-lo.”

O comunicado termina concluindo que “a lista conjuga todas as variáveis e garante o equilíbrio entre concelhias, fruto do seu peso eleitoral, a igualdade de género e as questões de natureza geracional pelo que estamos solidários com a Federação Distrital e com o Presidente Joaquim Barreto e com a proposta de Lista que teve tão amplo apoio das estruturas do Partido Socialista.”

Os Presidentes das CPC de:

Amares – Pedro Costa
Braga – Artur Feio
Cabeceiras de Basto – Domingos Machado
Celorico de Basto – Mário Sousa
Esposende – Tito Evangelista e Sá
Fafe – Pompeu Martins
Guimarães – Luis Soares
Póvoa de Lanhoso – Frederico Castro
Terras de Bouro – Filipe Mota Pires
Vieira do Minho – Vânia Cruz
Vila Nova de Famalicão – Eduardo Oliveira
Vila Verde – Aires Fumega
Vizela – André Castro

Comentários

topo