Braga

Situação dos sem-abrigo em Braga denunciada ao novo Arcebispo D. José Cordeiro

(c) Carlos Dobreira
Partilhe esta notícia!

A situação dos sem-abrigo em Braga foi denunciada ao Presidente da República, “É um cenário chocante no centro histórico da cidade dos títulos e dos prémios. Às portas dos Laboratórios de Inovação de Braga estão cidadãos a dormir”, escreve Carlos Dobreira que denunciou a situação a Marcelo Rebelo de Sousa. “Os haveres e bens são bem visíveis aos olhos da sociedade do glamour e fachadista de Braga”, conclui o cidadão.

O drama dos sem-abrigo nas ruas de Braga denunciado à presidência da República

Após denúncia ao Presidente da República, o cidadão Carlos Dobreira, apresentou a situação ao novo Arcebispo de Braga que tomará posse em fevereiro de 2022.

Carta na íntegra:

“Rev.mo Senhor D. José Manuel Garcia Cordeiro, Bispo de Bragança-Miranda.

Face à notícia desesperante do adiamento da tomada de posse como novo Arcebispo de Braga para Fevereiro de 2022, venho alertar o prelado para os problemas sociais da cidade e do concelho de Braga.

Particular destaque para o falhanço da política de inclusão das cidadãs e dos cidadãos sem-abrigo, assim como da rede social no concelho de Braga.

Em época natalícia, a sociedade bracarense está estupefacta com o que se passa nas imediações do Café A Brasileira e a poucos metros da árvore de Natal. De facto, em noites frias e ao relento é possível encontrar seres humanos a dormir mesmo junto ao edifício do Castelo, com cartões, cobertores e haveres. (ver créditos)

Recorde-se o que o Reverendíssimo Senhor D. José Cordeiro disse à Vatican News a 10 de Dezembro: “O meu desejo é aprender convosco a configurar-me em cada dia com a palavra de Jesus que diz: «Estou no meio de vós como aquele que serve» (Lc 22, 27). O desafio é grande, mas a força maior é a alegria do Senhor. Ele é sempre a melhor alegria, que sempre nos surpreende!”

Comentários

topo