País

IMI ‘dispara’ em 2022 e atinge valores máximos de 2003 com aumento do governo

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

Preço por metro quadrado para efeitos de IMI e da avaliação fiscal dos imóveis vai avançar para os 640 euros em 2022, aumentando 25 euros face ao valor em vigor em 2021, segundo um diploma hoje publicado.

Este valor corresponde ao valor médio de construção para efeitos do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) que será de 512 euros por metro quadrado para 2022, mais 20 euros do que foi fixado para 2021, de acordo com uma portaria publicada, esta segunda-feira, em Diário da República.

“É fixado em (euro) 512 o valor médio de construção por metro quadrado, para efeitos do artigo 39.º do Código do Imposto Municipal sobre Imóveis, a vigorar no ano de 2022”, pode ler-se no diploma.

Trata-se do valor mais alto desde que em 2003, quando o IMI substituiu a Contribuição Autárquica.

De realçar que este preço por metro quadrado – que em 2021 foi de 492 euros – esteve congelado durante dez anos, entre 2010 e 2020, para acomodar o impacto da crise financeira nos orçamentos familiares.

Com Agência LUSA

Comentários

topo