Saúde

Especialista diz que não há motivo para Portugal começar 2022 com restrições

(c) LUSA
Partilhe esta notícia!

Virologista Pedro Simas acredita que o domínio da ómicron, que derrotará totalmente a variante delta, representa o início da endemia. “São boas notícias”, notou, defendendo que não há motivo para Portugal começar 2022 com as restrições impostas pelo Governo, avança o Jornal de Notícias (JN).

O virologista Pedro Simas defendeu esta quarta-feira que o domínio da ómicron, “mais infeciosa e menos virulenta”, vai representar o fim da pandemia no mundo inteiro.

Segundo o JN, o virologista considera, por isso, que as restrições em vigor neste momento são “extremamente penosas” porque “não são eficientes a impedir a disseminação do vírus”. “Não há razão nenhuma científica ou de saúde pública para Portugal começar 2022 com as escolas fechadas”, exemplificou, pedindo que se combata “o medo” criado em torno da nova variante.

Comentários

topo