Saúde

Há utentes que esperam 24 horas para serem atendidos pela ‘Linha Saúde 24’

(c) LUSA - Ilustrativa
Partilhe esta notícia!

A Linha Saúde 24, que está em sobrecarga, terá “nas próximas horas” um algoritmo diferente que permitirá “uma maior fluidez do encaminhamento” das chamadas, disse hoje a ministra da Saúde.

“Os algoritmos de trabalho e de encaminhamento têm estado a ser revistos nos últimos dias, nas últimas horas, e acabaram de ser revistos pela Serviços Partilhados [do Ministério da Saúde] e pela Direção-Geral da Saúde e estimamos que nas próximas horas possamos estar com um algoritmo diferente na linha que permita uma maior fluidez do encaminhamento”, disse Marta Temido em declarações à agência Lusa no Ministério da Saúde.

No entanto, advertiu, com o número crescente de novos casos de covid-19, “as melhorias, provavelmente, vão sentir-se muito ligeiramente”.

“Sabendo que neste momento os níveis de serviço não são aqueles que prestávamos e a que a Linha Saúde 24 nos habituou, temos que ter a perceção de que neste momento estamos com largos milhares de contactos a acontecerem ao mesmo tempo e que isso gera sobrecarga”, salientou Marta Temido.

Utentes (des)esperam horas e horas por respostas

Ao Semanário V chegou relato de uma utente que este mais de 24 horas a tentar obter resposta da Linha Saúde 24 após contacto com um caso positivo de Covid-19.
Com as alterações prometidas pelo governo os utentes esperam que a capacidade de resposta seja mais rápida e eficaz.

Com Agência LUSA

Comentários

topo