Vila Verde

Martins & Filhos arrecada 1,28 milhões à Câmara de Vila Verde no “fecho” de 2021

Partilhe esta notícia!

O ano de 2021 terminou da melhor forma para a empresa Martins & Filhos Lda, ao arrecadar obras no valor superior a um milhão de euros ao Município de Vila Verde.

Martins & Filhos, com sede em Barcelos, ganhou os cinco lotes a concurso para a empreitada de rede de saneamento de águas residuais em seis freguesias do concelho: de Lanhas, Sabariz, Prado S. Miguel, Lage, Esqueiros e Carreiras S. Miguel, no valor global de 1,28 milhões de euros.

Segundo a autarquia, estas intervenções, para além de ampliar e elevar a eficiência da rede em baixa para recolha de águas residuais domésticas nestas freguesias, destinam-se a proporcionar o encerramento do funcionamento de fossas coletivas e o aumento de ligações à rede pública de saneamento.

António Vilela, na altura ainda presidente da Câmara Municipal, dizia que “as seis freguesias contempladas com este investimento veem, assim, melhorada a oferta de serviços essenciais para o progresso local e para o reforço da atratividade do território, condição fundamental para se conseguir promover a fixação da população mais jovem e para atrair novos investimentos privados no sector empresarial e no capítulo da habitação.”

As verbas foram assim distribuídas:

– União de Freguesias de Carreiras S. Miguel e Carreiras S. Tiago (71.985,38€ +IVA)

– União de Freguesias de Esqueiros, Nevogilde e Travassós (166.706,84€ +IVA)

– Freguesia da Lage (205.965,55€ +IVA)

– Freguesia de Prado S. Miguel (298.963,88€ + IVA)

– Freguesia de Lanhas e Sabariz (301.224,78€ + IVA)

Martins & Filhos já foi notícia em 2018 devido a uma participação ao Tribunal de Contas, que acusava o Município de Vila Verde de realizar adjudicações a empresas que teriam diferentes identidades, mas representadas pelos mesmos agentes económicos. Conforme o exposto na participação, as adjudicações recaíram “sobre empresas diferentes em termos teóricos, mas na prática constituíram contratos outorgados, na maioria das situações, pelos mesmos agentes e pelo Sr. Presidente de Câmara”. No documento são apontadas várias empresas que realizaram obras para o Município, cujo gerente é o mesmo da empresa Martins & Filhos S.A..

Numa tabela apresentada na mesma participação ao Tribunal de Contas, são expostos cinco contratos celebrados com empresas diferentes do Grupo Martins, por ajuste direto, nos quais o representante legal é o mesmo agente económico. São, ainda, referidas as obras em questão, a serem financiadas no âmbito do empréstimo contraído pela Câmara de Vila Verde, no valor de 2.085.950,00€, que vão desde a “Implantação da rotunda de Coucieiro” à “Pavimentação da rua de acesso ao complexo de lazer e desportivo da Ribeira do Neiva”, passando pela “Pavimentação desde a EN 101 à Escola de Prado S. Miguel” e a “Pavimentação do Loteamento junto ao Centro de Saúde do Neiva”.

Vila Verde. Câmara adjudica contratos a empresas diferentes representadas pelo mesmo proprietário

Comentários

topo