Ponte de Lima

Ponte de Lima de luto pela morte do ‘Padre Zé’

(c) Direitos reservados
Partilhe esta notícia!

Morreu, aos 79 anos, o Monsenhor José Gomes de Sousa, carinhosamente conhecido como “Padre Zé”, de Ponte de Lima.

“É com profundo sentimento de pesar e de consternação que recebemos a notícia do falecimento do Monsenhor José Gomes de Sousa, Presidente da Assembleia Geral da Santa Casa da Misericórdia de Ponte de Lima”, refere a instituição numa nota partilhada na sua página de Facebook.

Monsenhor José Gomes de Sousa, de 79 anos, carinhosamente tratado na comunidade como Padre Zé, foi distinguido pela Câmara Municipal de Ponte de Lima com a Medalha de Mérito Municipal Grau Prata, a 28 de setembro de 1992, pelo seu trabalho pastoral em Ponte de Lima.

Nasceu em Grimancelos, no concelho vizinho de Barcelos, e a 30 de junho de 1968 foi nomeado Vigário Cooperador de Ponte de Lima, coadjuvando, na ocasião, o pároco padre Carlos Pinheiro. Em 1969, padre José Gomes de Sousa foi nomeado pároco de Santa Maria dos Anjos, em Ponte de Lima, e, em 1971, assumiu também a paróquia de São Mamede de Arca.

Monsenhor José Gomes de Sousa foi arcipreste de Ponte de Lima, onde desenvolveu um reconhecido trabalho pastoral, dando o seu contributo em várias instituições e mostrando-se sempre disponível para ajudar o próximo.

Homem de causas, de postura discreta, colaborou sempre com o Município de Ponte de Lima na melhoria do bem-estar da população que tanto o acarinhava e lamenta agora a sua partida.

O Município de Ponte de Lima reconhece e enaltece a sua missão em Ponte de Lima e manifesta o seu mais profundo pesar pela perda do sacerdote que acolheu a vila de Ponte de Lima como a sua e se tornou um homem da terra, conhecido e respeitado por todos, e envia as mais sentidas condolências à família, amigos, paroquianos e diocese de Viana do Castelo.

Comentários

topo